HCC LANÇA CAMPANHA DE DOAÇÃO PELA CONTA DE ENERGIA ELÉTRICA

O Hospital de Câncer de Catanduva iniciou campanha de doação através da conta de energia elétrica. Por meio de cadastro, as doações passam a ser mensais com valores a partir de R$ 3. Para participar da campanha e contribuir com o custeio do tratamento dos pacientes com câncer, basta acessar o portalwww.abracehcc.com.br, clicar na aba Doe Agora, escolher a opção Doações Via Conta de Energia Elétrica, preencher o formulário e escolher o valor mensal a ser doado. Todos os meses o valor escolhido virá acrescido na conta de energia elétrica. “É muito simples! Com o cadastro realizado apenas uma vez, as pessoas podem contribuir todos os meses com o HCC e com valores que não pesam no bolso, mas que vão nos ajudar a salvar vidas”, ressaltou a gestora do Centro de Serviços Compartilhados (CSC) da Fundação Padre Albino, Maysa Magati Bull. A campanha é parceria daEnergisa e do Hospital de Câncer de Catanduva.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 19/07/2021 por Marcella Milani

SINO DA CECÍLIA

Hoje, 15 de julho, foi dia da Cecília Rosa de Araújo Oliveira, de Catanduva, tocar o Sino da Esperança que simboliza o final do ciclo de radioterapia. A paciente do HCC, passou também por cirurgia e quimioterapia para tratar o câncer. “Estou muito grata a Deus por me conceder mais dias de vida, por estar saudável. Sei que ele já me curou”, disse Cecília. O HCC atende pacientes referenciados de Catanduva e mais 18 municípios da região. A colaboração da comunidade é fundamental para que o tratamento continue salvando vidas. Saiba como ajudar em http://www.abracehcc.com.br #HCC #FPA #HospitalDeCâncerDeCatanduva #FundaçãoPadreAlbino #SinoDaEsperança
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 15/07/2021 por Marcella Milani

MINISTRO DA SAÚDE RECEBE PEDIDO PARA HABILITAR RADIOTERAPIA DO HCC

O empresário João César de Moraes esteve em Brasília nesta terça-feira (13/7) onde participou, no Palácio do Planalto, da solenidade de sanção pelo presidente Jair Bolsonaro da Medida Provisória (MP) que abre caminho para privatização da Eletrobras. Acompanhado da deputada federal Carla Zambelli (PSL), João César entregou ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ofício da Diretoria Executiva da Fundação Padre Albino (FPA) solicitando a habilitação do Serviço de Radioterapia do Hospital de Câncer de Catanduva/HCC. João César disse que ministro Marcelo Queiroga ficou de consultar sua agenda, mas que visitará a Fundação brevemente. O Serviço de Radioterapia do HCC começou a funcionar em 14/8/2019 e sua inauguração oficial ocorreu em 14/09/2019. O presidente da Diretoria Executiva da FPA, Reginaldo Donizeti Lopes, ressaltou que desde o início do funcionamento, os tratamentos pelo SUS dos pacientes de Catanduva e dos 18 municípios da microrregião são custeados com recursos próprios, de doações, de campanhas realizadas pela entidade e por voluntários e, eventualmente, verbas da Secretaria de Estado da Saúde e de parlamentares.
Fundação Padre AlbinoHospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 14/07/2021 por Mauro Assi

COM RENDA PRÓ HCC MARCOS SCALDELAI LANÇA NOVO LIVRO NOS 90 ANOS DA ACE

No próximo dia 28 de julho, às 19 horas, a ACE/Associação Comercial e Empresarial de Catanduva realiza live comemorativa pelos seus 90 anos. O ponto alto será a palestra inédita do publicitário catanduvense Marcos Scaldelai de lançamento do seu quarto livro Líder pronto para tudo, com renda pró Hospital de Câncer de Catanduva/HCC. O livro, recém-lançado, já está na lista dos mais vendidos do país no segmento “Gestão”. A palestra terá, ainda, a participação especial de Wilson Poit, diretor-superintendente do Sebrae/SP, empreendedor, focado em estratégias de negócios, especialista e mentor de pequenas e médias empresas. Para assistir a palestra online de Marcos Scaldelai e colaborar com o HCC, a pessoa adquire o convite por R$ 75,00, com acesso exclusivo, e ganha o livro “Líder pronto para tudo” autografado. Para aquisição do convite basta entrar em contato com o Setor de Captação de Recursos da Fundação Padre Albino pelo whatsapp 17-9.9789.8343, assim como com o grupo Voluntários do Bem, com Luciana Vargas, pelo whatsapp 17 – 9.9775.5244. Números gigantes Em 2020 e até esta data, durante a pandemia da Covid-19, o Hospital de Câncer de Catanduvamanteve seus atendimentos, pois o câncer não entra em quarentena. Em 2020, o HCC registrou 9.488 atendimentos ambulatoriais, 6.700 sessões de radioterapia, 483 cirurgias oncológicas, 358 internações e3.113 pacientes de Catanduva e 18 municípios da região receberam quimioterapia.
Fundação Padre AlbinoHospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 08/07/2021 por Mauro Assi

SINO DAS MARIAS

Hoje no HCC, 7 de julho, o Sino da Esperança badalou para Maria da Conceição Freitas Paulino, de Catanduva, e Ângela Maria Peso de Campos, de Novo Horizonte. Ambas encerraram seus ciclos de radioterapia com, respectivamente, 25 e 16 sessões. “Só temos a agradecer; fomos muito bem atendidas aqui. Este lugar merece muito ser ajudado pelas pessoas. Estamos muito felizes. Não foi fácil, mas vencemos!”, comemoram as Marias.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 07/07/2021 por Marcella Milani

"ME AJUDE A SONHAR" É TEMA DE CAMPANHA PRÓ HCC

A Panificadora e Confeitaria La Bella promove a campanha "Me Ajude a Sonhar pró HCC" durante todo o mês de julho. Todas as quartas-feiras 50% do valor arrecadado com a venda de sonhos serão destinados para o tratamento dos pacientes do Hospital de Câncer de Catanduva. A idealizadora da campanha fica na Rua Monte Belo, nº 175, Vila Lunardelli, em Catanduva. Encomendas: 17 99213 9331.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 07/07/2021 por Marcella Milani

NOTA DE ESCLARECIMENTO E REPÚDIO DA FUNDAÇÃO PADRE ALBINO

A Fundação Padre Albino, diante do pronunciamento do vereador Maurício Gouvea na sessão desta terça-feira (29/6) da Câmara Municipal de Catanduva, repudia as insinuações feitas por ele e esclarece à população o que segue: 1 - Inicialmente se faz necessário pontuar a total e inquestionável falta de conhecimento do vereador, pois se o contrário fosse saberia muito bem que o sistema CROSS – Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde é controlado pela Secretaria de Estado da Saúde, sendo os hospitais da Fundação referência para a rede de saúde; portanto, não existe qualquer ingerência da Fundação Padre Albino nessa Central, fato este que deveria ser de conhecimento daquele que se diz representante do povo. 2 – Os valores recebidos do Estado, bem como de qualquer outro ente federativo, são devidamente informados no Portal da Transparência da Fundação Padre Albino e certamente também o são no dos respectivos órgãos. Portanto, qualquer cidadão, com acesso à rede mundial de computadores, pode obter as informações questionadas pelo vereador. Além disso, anualmente, a Fundação publica em jornal diário local seu Balanço Patrimonial, devidamente validado por empresa de auditoria independente. 3 – Quanto à afirmação de que na Fundação Padre Albino existe uma suposta gangue, tem a esclarecer que, além de leviana e inverídica, tal fala tem cunho unicamente midiático. Gangue, de acordo com o dicionário, significa “associação de malfeitores”, o que efetivamente não acontece. Na Fundação há realmente uma associação de pessoas, que de forma alguma tem como finalidade a prática de qualquer ato ilícito, mas ao menos que se entenda que seja um ato criminoso a associação de pessoas imbuídas de boa vontade e com espírito colaborativo, que une suas forças para oferecer saúde, educação e assistência social de qualidade para Catanduva e região. 4- Ademais, com relação à prestação de contas à Câmara Municipal, a fala do edil igualmente demonstra desconhecimento do ordenamento jurídico vigente, pois as prestações de contas são realizadas diretamente aos órgãos que repassaram as verbas para a Fundação, sejam elas da União, Estado de São Paulo e/ou Município de Catanduva, sendo ainda submetidas ao crivo do Tribunal de Contas e Ministério Público do Estado de São Paulo. Desta forma não se mostra necessária qualquer prestação de contas à Câmara Municipal no que tange a valores, muito embora, anualmente, encaminha ao ilustre presidente daquela casa de leis o Relatório Anual de Atividades, o Balanço Social e o Balanço Patrimonial onde, neste último, dentre outras informações, traz a indicação das verbas recebidas e dos gastos efetuados. Nesse aspecto, vale ressaltar que até a presente data não existe nenhuma conta reprovada por parte dos órgãos fiscalizadores, o que comprova a seriedade, lisura e responsabilidade da Fundação Padre Albino no trato com o dinheiro público. 5 – Cabe esclarecer à população, ainda, que por critérios técnicos a Fundação Padre Albino ao elaborar seu Plano de Contingência de Enfrentamento à Covid-19 estabeleceu que todo atendimento seria direcionado à Unidade para Respiratórios Agudos (URA) do Hospital Emílio Carlos, ficando restrito ao Hospital Padre Albino atendimento Covid para gestantes, puérperas e pediatria, pois o volume desses pacientes é bem menor e a estrutura (Maternidade e Pediatria) está lá instalada. Somente estão sendo realizadas cirurgias de urgência e emergência e prioridades, de acordo com critérios e conduta médica, sendo as cirurgias eletivas (não urgentes) suspensas em decorrência da crise de abastecimento de medicamentos e orientação do Comitê Regional do Departamento Regional de Saúde de São José do Rio Preto/Secretaria de Estado da Saúde. 6 – Cumpre informar, ainda, que o Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19 é órgão consultivo do Poder Público Municipal e composto por representantes dos hospitais da cidade, do Município de Catanduva, bem como profissionais que atuam diretamente no combate à Covid-19. Compete ao Senhor Prefeito acatar ou não as recomendações/orientações oriundas do mesmo. Os representantes indicados pela Fundação neste Comitê são os médicos Luís Fernando Colla da Silva e Jussemar Roces Rios. 7- Finalmente, a Fundação Padre Albino justifica este esclarecimento no sentido de afastar qualquer tentativa de macular sua imagem de instituição séria, que em seus 95 anos de existência jamais foi envolvida ou teve seu nome relacionado à prática de atos ilícitos. FUNDAÇÃO PADRE ALBINO
Fundação Padre Albino
Publicado em 30/06/2021 por Mauro Assi

"ABASTEÇA COM AMOR", PRÓ HCC, ARRECADOU MAIS DE R$ 14 MIL

O Hospital de Câncer de Catanduva (HCC) promoveu no Dia do Abraço, 22 de maio, a campanha "Abasteça com amor" em parceria com postos de combustíveis de Catanduva e região. A ação, que por iniciativa dos parceiros foi prorrogada até o dia 22 de junho, arrecadou R$14.514,06. A proposta da ação era abraçar o HCC e a cada litro de combustível abastecido R$ 0,01 foi revertido para custear o tratamento oncológico dos pacientes com exames, consultas, quimioterapias, radioterapias e cirurgias. A campanha Abasteça com amor teve adesão dos Auto Postos Nardi, Solo Sagrado, Bela Vista, Via Norte, Tarumã, Veni, Quatri, Catanduva, Bicão, ServiCentro, Ignotti, 2000 e Santo Expedito. Além de Catanduva, Elisiário e Santa Adélia participaram da ação. “O HCC agradece a comunidade que aderiu ao abraço e abasteceu nos postos participantes da campanha e principalmente aos postos de combustíveis por abraçarem a nossa ideia e contribuírem com o tratamento das pessoas com câncer. Contamos com o apoio de todos para que em 2022 a campanha Abasteça com Amor seja maior ainda”, agradeceu a gestora do Centro de Serviços Compartilhados (CSC) da Fundação Padre Albino, Maysa Magati Bull.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 29/06/2021 por Marcella Milani

PACIENTES RECEBEM MIMO JUNINO

O Hospital de Câncer de Catanduva entregou doces típicos de festa junina aos pacientes durante o atendimento nesta segunda-feira, 28 de junho. Respeitando todas as regras para evitar a disseminação do coronavírus, kits com doces foram montados pelos colaboradores e entregues. As alas de Quimioterapia e Radioterapia foram decoradas e os colaboradores trabalharam à caráter. “Recebemos doações da Dicopel, Fábrica de Doces São Luís, Messias, A Festeira, Devitto, Casa da Mussarela, Fábrica de Doces Piauí e da irmã Maria do Rosário. A montagem dos kits só foi possível com a colaboração desses doadores. Com a pandemia foi a forma que encontramos de marcar a data e proporcionar um pouco de alegria para quem está em tratamento; e funcionou”, agradeceram a psicóloga Nínive Ferraz e a assistente social Rafaela Maciel, que organizaram a ação com apoio da Captação de Recursos e das equipes de trabalho da Oncologia. Na Radioterapia o cenário foi montado pelo paciente Admir Roberto Balbino.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 28/06/2021 por Marcella Milani

SINO DA EDNA

Lembra da Edna Paes, de Irapuã/SP? Ela concluiu seu primeiro ciclo de radioterapia no Hospital de Câncer de Catanduva no dia 6 de novembro de 2019. Edna também estampa o calendário do HCC deste ano, no mês de dezembro. Hoje, 28 de junho, ela tocou pela segunda vez o Sino da Esperança, após concluir mais um ciclo do tratamento oncológico na luta contra a doença.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 28/06/2021 por Marcella Milani

PRÊMIO PREVENÇÃO E CONTROLE DO CÂNCER

A Fundação Padre Albino recebeu do Ministério da Saúde, por meio do Departamento de Atenção Especializada e Temática da Secretaria de Atenção Especializada à Saúde (DAET/SAES/MS) bottons do 1º Prêmio “Prevenção e controle do Câncer”. Correspondência assinada pela diretora do DAET/SAES/MS, Maíra Batista Botelho, explica que aquele departamento desenvolveu edital de boas práticas no SUS para premiar as melhores experiências da rede que contemplem a melhoria do acesso da população e a coordenação do cuidado. Maíra ressalta que “nossa expectativa é alcançar boa parte das equipes de saúde que atuam nos Estados e municípios que compõem a rede de atenção ecológica, além de, e especialmente, dar visibilidade ao trabalho e dedicação dos profissionais de saúde que contribuem para melhorias no SUS”. Por fim, ela agradece: “muito obrigada. Você e sua equipe merecem o reconhecimento!”.
Fundação Padre Albino
Publicado em 28/06/2021 por Mauro Assi

DENGUE: ATENÇÃO, COLABORADORES E FAMILIARES.

A Fundação Padre Albino, em parceria com o setor educativo da Equipe Municipal de Combate ao Aedes aegypti (EMCAa), informa a todos seus colaboradores e familiaresque está apoiando a campanha #catanduvasemdengue e solicita atenção redobrada no combate ao vetor em seus domicílios e no ambiente hospitalar, principalmente neste período de LOCKDOWN. Os agentes continuam fazendo visitas. Ao recebê-los, mantenha distância segura, use máscara e fique atento aos locais, indicados pelos profissionais, que possam servir de criadouros do mosquito. O veneno está sendo aplicado, por meio de nebulizador costal, sempre que confirmado caso positivo. Como posso combater o mosquito em casa. - Não manter vasos de planta com água. Caso tenha em casa, que sejam furados e com areia até a borda evitando que pare água no local. - Evitar amontoamento de materiais que possam acumular água, como lonas, baldes, materiais de construção e recicláveis. Caso utilize estes materiais de forma profissional, manter constante vigilância. - Limpar os ralos no mínimo uma vez por semana, esfregando a parte interna com escova de lavar vaso sanitário, mantendo-os vedados com sacola plástica, saco de lixo recortado no tamanho do ralo ou comprar o item que possui o sistema abre e fecha. Assim você mantém sua casa livre do mosquito e também do escorpião, que circulam pela rede de esgoto. -Bebedouro de animais domésticos devem sempre ser lavados e esfregados no mínimo duas vezes por semana - Lembre-se: onde tem água, tem mosquito! Por isso, mantenha constante vigilância. Procure uma unidade de saúde Em caso de sintomas, não deixe de buscar as unidades de saúde públicas ou particulares. Esta informação é essencial para que a equipe da EMCAa realize as atividades em seu bairro. Denuncie focos do Aedes aegypti pelo telefone 3531-9200 Quais produtos posso utilizar e onde? Salmoura 2 colheres de sal diluído em 1 litro de água para cada ralo, canaleta ou vaso sanitário que exista em sua casa duas vezes por semana. Água sanitária §Vasos sanitários que não são de uso diário adicionar 1 colher de chá (5 ml) de água sanitária no sanitário e mexer com bucha sanitária §Caixa de descarga sanitária que não é de uso diário adicionar 2 colheres de sopa (30 ml) de água sanitária e mexer com bucha sanitária §Ralos externos (captam água de chuva e de limpeza) e internos que não são de uso diário adicionar 1 colher de sopa (15 ml) de água sanitária e mexer com bucha sanitária §Tambores de armazenamento (200 litros) de água não utilizada para consumo humano adicionar 2 copos americanos (400 ml) de água sanitária e misturar a água já existente no local. Detergente Caixa do degelo atrás da geladeira adicionar um pouco do líquido na parede interna do reservatório de plástico que fica próximo ao motor. O detergente serve como repelente ao mosquito.
Fundação Padre Albino
Publicado em 18/06/2021 por Marcella Milani

ARRECADAÇÃO ENTRE AMIGOS

Os amigos José Eduardo Martins da Silveira Silva e Jean Oliveira Augusto estão arrecadando alimentos para o Hospital de Câncer de Catanduva. Com o apoio do SinComerciários de São José do Rio Preto, a arrecadação acontece de 14 de junho a 6 de julho. “Iniciamos a campanha depois de conhecermos de perto a realidade do HCC. Minha mãe, Ivanilde Martins da Silveira da Silva, já passou por duas cirurgias, radioterapia e agora está fazendo quimio. Essa é a forma que encontramos para poder ajudar”, contou José Eduardo. O ponto de coleta é o Centro de Benefícios, na Rua Luiz Antônio da Silveira, 717, no bairro Boa Vista, em São José do Rio Preto. Informações 17 3214 7171.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 16/06/2021 por Marcella Milani

SANTA DA QUIMIOTERAPIA

A jornada de Paulo César Boni com o HCC começou quando o hospital era apenas uma campanha para arrecadação de verba para construção do Serviço de Radioterapia e ele sempre colaborou. Em fevereiro de 2020 descobriu o câncer. Passou por quimioterapia, radioterapia e cirurgia. Morador de Vila Roberto, participou do 2º Leilão Virtual pró HCC no dia 29 de maio último, arrematou oratório com a imagem de Nossa Senhora Aparecida e doou para o hospital. No dia 14 de junho, Paulo entregou a santa, com a bênção do capelão dos hospitais da Fundação, Pe. Francisco Adão da Silva.Ela está na Ala de Quimioterapia.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 16/06/2021 por Marcella Milani

“BEM, GRAÇAS A DEUS!”

Conhecido por todos pelo cumprimento “Bem, graças a Deus”, Augusto Batista, 73 anos, de Tabapuã, concluiu no dia 15 de junho as suas 20 sessões de radioterapia no Hospital de Câncer de Catanduva. Acompanhado pela esposa e filha, Maria Nacci, colaboradora da Fundação Padre Albino, ele tocou o Sino da Esperança emocionado e em poucas palavras agradeceu a equipe e, principalmente, a Deus! “A parte mais difícil foi fazê-lo entender que estava doente. Mas o tratamento aqui foi excelente e não digo como funcionária, digo como filha e agradeço o apoio de todos os meus companheiros de trabalho”, contou Maria. “O sentimento é de missão cumprida!”
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 16/06/2021 por Marcella Milani

DOM DE DEUS

“Cuidar da saúde dos outros é dom de Deus; é algo sublime”, disse Jovelino Marques Ferreira, 82 anos, de Santa Adélia, ao tocar o Sino da Esperança do Hospital de Câncer de Catanduva no dia 15 de junho, simbolizando a conclusão de 38 sessões de radioterapia. “Essa equipe é simpaticíssima. Vocês têm Deus na vossa companhia. Muito obrigado!”
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 16/06/2021 por Marcella Milani

427 PACIENTES DEPOIS

Quem lembra da Lindalva?De Pindorama, 52 anos, ela foi a primeira paciente a tocar o Sino da Esperança em 2019: Lindalva Boni Gomes da Silva. Hoje, 427 pacientes depois, ela retornou ao Serviço de Radioterapia do Hospital de Câncer de Catanduva para tratar, em dose única de radio cirurgia, uma lesão causada pelo câncer. Com sorriso no rosto e muita coragem, ela retorna ao tratamento depois de quase dois anos do início da sua luta contra a doença. “Não é fácil, mas com a ajuda de Deus eu estou conseguindo. Hoje fiz este procedimento e sigo com a hormonioterapia em casa”, contou ela ao tocar, pela segunda vez, o Sino da Esperança que simboliza o final de uma das etapas do tratamento do câncer.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 16/06/2021 por Marcella Milani

LEILÃO DE GADO PRÓ HCC ARRECADA MAIS DE R$ 250 MIL

Caption No último sábado, 29 de maio, foi realizado o 2º Leilão Virtual de Gado do Hospital de Câncer de Catanduva. O montante arrecadado foi de R$ 253.350,00. O leilão teve início às 14 horas, ao vivo pelo canal do HCC no Youtube, e contou com a participação e lances de participantes de diversas cidades da região. A arrecadação será destinada para custear os tratamentos oncológicos oferecidos pelo hospital, principalmente para a Radioterapia, cujo serviço ainda não está habilitado para receber verbas do SUS. “Primeiramente agradecemos a todos os voluntários e colaboradores que foram imprescindíveis para que o leilão virtual acontecesse. Recebemos doações de gado e os voluntários do HCC empenharam-se muito para conseguir essas doações, pois sem elas não teríamos leilão, assim como as tantas prendas que foram disputadíssimas. Agradecer também aos compradores e aos doadores, pois durante a transmissão elas também aconteceram”, frisou a gestora do Centro de Serviços Compartilhados da Fundação Padre Albino, Maysa Magati Bull. “É contagiante. Todos ali envolvidos em uma única sintonia com o propósito de abraçar a causa, completou”. Em 2020, mesmo sendo o ano de início da pandemia do coronavírus, o HCC registrou 9.488 atendimentos ambulatoriais, 6.700 sessões de radioterapia, 3.113 pacientes atendidos na quimioterapia, realizou 483 cirurgias e 358 internações. “Muito obrigada por ajudar a transformar estes números em vida”, finalizou Maysa. O 2º Leilão Virtual de Gado do HCC foi conduzido voluntariamente pelo leiloeiro Américo Antônio Fernandes Simielli, com colaboração de Damilton Frazão, Aristides Neri e Antônio Carlos Cristóvão.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 31/05/2021 por Marcella Milani

CORAÇÃO GRANDE, NÚMEROS GIGANTES

2020 foi o marco inicial da pandemia do novo Coronavírus. Embora muitos tratamentos e cirurgias precisaram ser adiados, o Hospital de Câncer de Catanduvamanteve seus atendimentos, pois o câncer não entra em quarentena. A nova campanha do HCC tem como foco prestar contas à comunidade dos 19 municípios atendidos e aos voluntários, que não têm medido esforços para auxiliar o hospital, mesmo com a proibição dos eventos, que eram grande fonte de renda para o custeio do tratamento dos pacientes com câncer. Em 2020, o Hospital de Câncer de Catanduva registrou 9.488 atendimentos ambulatoriais, 6.700 sessões de radioterapia, 483 cirurgias oncológicas, 358 internações e3.113 pacientes receberam quimioterapia. “É por isso que precisamos tanto da ajuda da comunidade. Todas as 6.700 sessões de radioterapia foram pagas pela Fundação Padre Albino com auxílio da comunidade, das empresas e dos grupos de voluntários. O tratamento próximo de casa e com equipamento de tecnologia avançada tem dado excelentes resultados e podemos ver isso no rosto das pessoas quando finalizam seus ciclos”, afirmou Renata Rocha Bugatti, diretora de Saúde e Assistência Social da Fundação Padre Albino, ao lembrar que o Serviço de Radioterapia do HCC aguarda habilitação do Ministério da Saúde para receber pelo tratamento de pacientes pelo SUS.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 27/05/2021 por Marcella Milani

SINO DE DARLEI

“A notícia é desesperadora, mas sempre estivemos confiantes de que ia dar tudo certo”, relataram Jussara B. O. Santos e Ozair B. de Oliveira Junior, filhos de Darlei do Carmo Tortorello Oliveira, 78 anos, que concluiu a 16ª e última sessão de radioterapia no Hospital de Câncer de Catanduva no dia 25 de maio.“A sensação é de alívio e emoção. O atendimento é excelente, os profissionais são nota 100; só temos elogios para todos os procedimentos!”, concluíram.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 27/05/2021 por Marcella Milani

“VOCÊS REFLETEM A IMAGEM DE DEUS”

Foi assim que, emocionada, Silvana Alves Doré Dias, 36 anos, tocou o Sino da Esperança na conclusão do seu ciclo de 19 sessões de radioterapia no Hospital de Câncer de Catanduva nesta quinta-feira, 27 de maio. De Catanduva, ela passou também por cirurgia e quimioterapia para tratar a doença. “Quando recebemos o diagnóstico, não enxergamos o fim, mas tenho gratidão pela doença, porque ela me transformou; foi um divisor de águas na minha vida. Não quero romantizar o câncer, não é fácil, mas você tem duas escolhas: ou se tranca e se amargura ou se abre e acolhe as oportunidades”, contou Silvana ao agradecer o apoio da família, dos amigos e da equipe que a acompanhou durante o tratamento. “Deus colocou pessoas na minha vida para que eu pudesse ser sustentada. A equipe daqui exala amor. Tenho certeza que foram escolhidos por Deus para estar aqui e eu só posso pedir que Ele os abençoem para que continuem a ser cura na vida de outras pessoas, porque o amor cura, vocês curam, vocês refletem a imagem de Deus”.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 27/05/2021 por Marcella Milani

ABASTEÇA COM AMOR É PRORROGADA ATÉ 22 DE JUNHO

Os postos de combustíveis, participantes da campanha Abasteça com Amor, prorrogaram até o dia 22 de junho o “abraço” ao Hospital de Câncer de Catanduva e a cada litro abastecido R$ 0,01 será revertido para custear o tratamento dos pacientes. A ação principal aconteceu no dia 22 de maio quando 14 postos de Catanduva, Elisiário e Santa Adélia iniciaram a campanha pelo Dia do Abraço. Todos os 14 participantes continuam a campanha até o final de maio; oito participantes prorrogaram até o dia 22 de junho. São eles: Auto Posto Via Norte – Rua Curitiba, nº 1005 Auto Posto Tarumã – Rua São José do Rio Preto, nº 833 Auto Posto Veni – Rua Olímpia, nº 680 Auto Posto Catanduva -Rua Minas Gerais, nº 759 Auto Posto Santo Expedito – Est. Vicinal Comendador Chafic Saab, nº 350 – Elisiário Auto Posto Ignotti -Av. Comendador Antônio Stocco, nº 100 Auto Posto ServiCentro - R. Alagoas, 465 e Rua Minas Gerais, 550 “Abasteça e abrace essa causa! O Serviço de Radioterapia do HCC não é habilitado pelo Ministério da Saúde e não recebe verba do SUS. A ajuda da comunidade é fundamental para continuarmos tratando os pacientes”, frisou a gerente do Centro de Serviços Compartilhados (CSC) da Fundação Padre Albino, mantenedora do HCC, Maysa Magati Bull.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 27/05/2021 por Marcella Milani

LEILÃO VIRTUAL DO HCC ACONTECE NESTE SÁBADO, 29

O Hospital de Câncer de Catanduva promove o seu 2º Leilão de Gado Virtual neste dia 29 de maio, às 14 horas, com 100% da renda destinada ao atendimento dos pacientes com câncer de Catanduva e região. O leilão acontece ao vivo pelo YouTube do HCC: http://www.hospitaldecancercatanduva.com.br/abracehcc/ As inscrições são gratuitas pelo whatsapp 17 99789-8343. Um dos momentos mais esperados é o leilão da camisa oficial do Palmeiras, campeão da tríplice coroa 2020, que acontece às 15 horas. A camisa está autografa por todos os jogadores. O Hospital de Câncer de Catanduva realizou seu primeiro Leilão Virtual em agosto de 2020 e arrecadou R$ 131.410,00 com a venda de 33 animais e duas fivelas personalizadas.Todo o dinheiro arrecadado é destinado ao tratamento dos pacientes, uma vez que o Serviço de Radioterapia ainda não está habilitado pelo Ministério da Saúde para atender pacientes do SUS.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 25/05/2021 por Marcella Milani

UM PRATO CHEIO DE SOLIDARIEDADE

A Nappi Metais, da cidade de Pindorama, entregou ao Hospital de Câncer de Catanduva os alimentos arrecadados na campanha “Um prato cheio de solidariedade” realizada de março a maio entre colaboradores e parceiros da empresa.Foram entregues 53 cestas básicas e 204 quilos de macarrão no dia 14 de maio. No final do mês de abril, a Nappi Metais havia doado 879 litros de leite ao HCC. “Nós colaboramos com o HCC porque é um hospital excelente, que atende as pessoas da nossa região, e é uma forma de conscientizar o próximo sobre a importância de ajudar”. A Nappi Metais é empresa parceira do HCC e, com frequência, realiza campanhas para abraçar o Hospital de Câncer de Catanduva.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 20/05/2021 por Marcella Milani

SINO CONTAGIANTE

“Passei pelo câncer como se não tivesse passado pelo câncer”, contou Karina Frase, 41 anos, de Catanduva, ao tocar o Sino da Esperança na conclusão de sua 25ª e última sessão de radioterapia. Ela descobriu a doença há um ano e passou por cirurgia e quimioterapia durante o tratamento. “Não foquei na doença. Hoje a sensação é de batalha vencida!” A alegria e gratidão de Karina eram visíveis em seus olhos e gestos. Veja o vídeo no stories do Instagram @hospitaldecancerdecatanduva
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 20/05/2021 por Marcella Milani

SINO DO WALTER

“A gente perde o chão, mas nunca a esperança”, disse Walter Martins de Mello Junior, filho do paciente do HCC Walter Martins de Mello, de Catanduva, que encerrou seu ciclo de 20 sessões de radioterapia nesta quinta-feira, 20 de maio. Ao tocar o Sino da Esperança, que simboliza o final do ciclo das sessões radioterápicas, Walter agradeceu: “a atenção e a alegria da equipe motiva muito o tratamento”.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 20/05/2021 por Marcella Milani

DE VOLUNTÁRIA A PACIENTE

Margaret Hipólito Nami, de Catanduva, é integrante do grupo Nossa Senhora das Lutas, que contribui voluntariamente com o Hospital de Câncer de Catanduva. Na quinta-feira, 20 de maio, Margaret esteve do outro lado da luta: como paciente. Ela encerrou sua 16ª sessão de radioterapia e também passou por cirurgia. Ao tocar o Sino da Esperança, que simboliza o final do ciclo radioterápico, ela, que tanto contribuiu para a construção do HCC, afirmou: “agradeço a todos pelo carinho, atenção e simpatia. Espero encontrá-los em breve, mas em outra situação”.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 20/05/2021 por Marcella Milani

FUNDAÇÃO PADRE ALBINO ALERTA A POPULAÇÃO: TRANSMISSÃO DA COVID ELEVOU-SE NOVAMENTE

Medidas de prevenção são extremamente necessárias A Fundação Padre Albino (FPA), cumprindo sua missão de prestar assistência com excelência, elaborou, no início da pandemia de COVID-19, seu Plano de Enfrentamento que, através de várias ações e negociações, garantiu até o momento leitos para tratamento dos pacientes acometidos por essa doença. Com a evolução do contágio, quando o número de pacientes infectados que necessitavam de internação crescia em proporção maior que a capacidade do sistema de saúde tinha de absorvê-los, a FPA acionou a Fase 5 do Plano de Enfrentamento, disponibilizando mais 15 leitos de UTI exclusivos para COVID-19, que se juntaram aos 20 outros já existentes. Esse escalonamento foi possível após autorização do Departamento Regional de Saúde (DRS-XV) para desmobilização de 87 leitos de Enfermaria Geral do Hospital Emílio Carlos e aos mais de R$ 2,5 milhões alcançados através da campanha "Empresas que Salvam", iniciativa da FPA, AEC (Associação de Assistência ao Hospital Emílio Carlos) e Família Sanches Fernandes. Importante salientar que a criação de leitos não depende somente de equipamentos ou investimentos financeiros, mas de reorganização da rede de saúde e realocação de profissionais que hoje estão em escassez, pois há dificuldade de contratação (médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas com propriedade técnica para atendimento à COVID).A desmobilização autorizada pelo DRS garantiu a transferência dos colaboradores que atuavam naqueles leitos para assistência na nova Unidade de Terapia Intensiva (UTI), porém insuficientes.Na ocasião, os pacientes anteriormente atendidos no Hospital Emílio Carlos foram transferidos para hospitais de retaguarda da microrregião de Catanduva ou da Regional de Saúde de São José do Rio Preto.Todas as ações garantiram a continuidade da assistência aos pacientes e proporcionaram a expansão de leitos críticos de alta complexidade, vocação da Fundação Padre Albino. Como suporte à assistência, equipe de apoio, organizada em Gabinete de Crise, criado com orientação/consultoria do Projeto PROADI/SUS “Lean nas Emergências”, através do Ministério da Saúde e Hospital Sírio-Libanês, faz a gestão dos insumos, garantindo que os recursos necessários para a equipe de assistência não faltem. Ações para aquisição de medicamentos e insumos junto a fornecedores e a participação em grupos de importação junto à Confederação das Misericórdias do Brasil (CMB) e Secretaria de Estado da Saúde (SES), além da elaboração e adequação de protocolos clínicos à situação de abastecimento são algumas das ações realizadas e acompanhadas. O monitoramento das equipes, equipamentos e oxigênio também são realizados, sendo a escassez de mão-de-obra o grande desafio a ser superado, em conjunto com o desabastecimento do “kit de intubação” e ao elevado custo operacional pelo reajuste de preços de insumos. Associado às medidas citadas, um programa de ajuda, com orientação, discussão de casos clínicos com equipes das unidades de saúde da região que atendem COVID-19, a ser realizado por profissionais da FPA, foi proposto, visando garantir que aqueles que necessitem de cuidados os recebam desde o primeiro momento. A Fundação Padre Albino não mediu esforços para garantir a assistência para a população dos municípios da microrregião de Catanduva. Acreditamos na nossa missão de atender e temos certeza de que nossa equipe vem fazendo o seu melhor. Sabemos que chegamos no limite. Gostaríamos de poder expandir mais leitos, o quanto forem necessários, mas diante da situação de exaustão das equipes de atendimento e das dificuldades apresentadas consideramos inviável nova expansão. A FPA, com estrutura robusta e diferenciada para atendimento à COVID, articula diariamente com órgãos governamentais para habilitação dos leitos COVID e recebimento de parte do realizado em 2020/2021, que ainda não recebeu, e em decorrência deste e de todos os motivos acima citados teme a possibilidade de ter que fechar leitos existentesde COVID. Estudo realizado pela Planisa, líder em soluções de gestão de saúde, realizado em sete hospitais brasileiros de referência para atendimento à COVID-19, apontou o custo unitário de R$ 2.234 para um dia de internação para paciente de cuidados intensivos, sendo que o Ministério da Saúde paga diária de R$ 1.600,00. Os dados completos do estudo estão em https://planisa.com.br/site/covid-19-custo-mediano-de-diaria-em-uti-e-de-r-2-234/ Baseados em estatísticas e nos dados de infectividade das últimas semanas percebemos que a transmissão se elevou novamente. Essa mudança de tendência nos coloca em alerta e por isso convocamos todos a revisitar as medidas de controle sanitário recomendadas: usar máscara, lavar as mãos frequentemente com sabão ou utilizar álcool gel e respeitar o distanciamento social. Importante relembrar que indivíduos vacinados podem disseminar a doença para aqueles não vacinados e, portanto, devem, como todos, seguir os protocolos sanitários. Orientamos a população com sintomas de gripe, febre, dores no corpo, dentre outros que possam indicar infecção por COVID, para que não faça visitas ou seja acompanhante de pacientes nos hospitais, pois isso pode, em caso positivo, contaminar o ente querido que está internado, bem como a equipe, agravando ainda mais a assistência quando os colaboradores de saúde precisam ser afastados. Precisamos cuidar de quem cuida! Aguardando que a vacinação da população continue e atinja níveis de bloqueio de transmissão, precisamos relembrar a todo o momento sobre as medidas de segurança sanitária para não perder as conquistas na liberdade realizadas até o momento. A Fundação Padre Albino continuará a cumprir sua missão no enfrentamento à COVID-19, mas a união de todos em torno de objetivo único é imprescindível. Juntos venceremos!
Fundação Padre Albino
Publicado em 20/05/2021 por Mauro Assi

ABASTEÇA COM AMOR: AÇÃO COM POSTOS DE COMBUSTÍVEIS DESTINA RECURSOS PARA O HCC

No dia 22 de maio, Dia do Abraço, o Hospital de Câncer de Catanduva realiza a ação “Abasteça com Amor” em parceria com postos de combustíveis de Catanduva e região. A cada litro abastecido R$ 0,01 será doado ao HCC para custear o tratamento dos pacientes com câncer. Os postos participantes são: Auto Posto Nardi – Av. Eng. José Nelson Machado, nº 550 Auto Posto Bela Vista – Rua Birigui, nº 880 Auto Posto Solo Sagrado – Rua 15 de Novembro, nº 50 Auto Posto Via Norte – Rua Curitiba, nº 1005 Auto Posto Tarumã – Rua São José do Rio Preto, nº 833 Auto Posto Veni – Rua Olímpia, nº 680 Auto Posto Quatri – Av. São Domingos, nº 949 - Auto Posto Catanduva -Rua Minas Gerais, nº 759 Auto Posto Bicão – Rua Brasil, nº 2155 Auto Posto Ignotti -Av. Comendador Antônio Stocco, nº 100 Auto Posto Santo Expedito – Est. Vicinal Comendador Chafic Saab, nº 350 – Elisiário Auto Posto 2000 - Av. Joaquim de Abreu Sampaio Vidal, nº 308 - Santa Adélia Auto Posto ServiCentro - R. Alagoas, 465 e Rua Minas Gerais, 550 “Com a pandemia as doações diminuíram consideravelmente, principalmente por não podermos realizar eventos presenciais que eram grande fonte de doação. Agora precisamos contar com a ajuda de serviços essenciais, como o dos postos de combustíveis, para não interrompermos o tratamento dos pacientes com câncer”, explicou a gerente do Centro de Serviços Compartilhados (CSC) da Fundação Padre Albino, Maysa Magati Bull. O valor arrecadado com a campanha “Abasteça com Amor” será destinado para o Serviço de Radioterapia que ainda não está habilitado pelo Ministério da Saúde para recebimento de verbas do atendimento SUS, sendo todo o custo de exames, tratamentos, estrutura e profissionais são pagos pela Fundação Padre Albino e com a imprescindível ajuda da comunidade e dos voluntários do HCC.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 18/05/2021 por Marcella Milani

MUSTANG DOA MAIS DE R$ 4 MIL PARA O HCC

A Mustang Pluron doou R$ 4.800,00 arrecadados com a venda de produto de limpeza. A campanha “Comprou, doou” destinava 100% das vendas do desinfetante Pluron Sanit Lavanda Especial para o Hospital de Câncer de Catanduva para o custeio do tratamento dos pacientes. A Mustang é parceira do HCC e realiza campanhas anuais para colaborar com o tratamento dos pacientes com câncer. Este ano também está patrocinando o Leilão Virtual de Gado, que acontece no dia 29 de maio. Quer abraçar o HCC? Você também pode ajudar os pacientes em tratamento. Acessehttp://www.abracehcc.com.bre veja como ou entre em contato com o Setor Captação de Recursos pelo 17 3311-3365 ou 99789-8343.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 13/05/2021 por Marcella Milani

FPA HOMENAGEIA MÃES

Com o tema “O amor mais bonito que existe” todas as colaboradoras mamães da Fundação Padre Albino foram homenageadas no dia das Mães com um espelho de bolsa personalizado da FPA. “O objetivo é fazê-las lembrarem, toda as vezes em que se olharem no espelho, o quanto são importantes e como o amor de mãe é forte e poderoso”, elencou a gerente de Recursos Humanos da FPA, Tatiane Kratutti Devitto. A ação foi promovida pelo setor de RH e Humanização da Fundação Padre Albino e todas as colaboradoras mães das Unidades de Negócios foram presenteadas.
Fundação Padre Albino
Publicado em 12/05/2021 por Marcella Milani

NO DIA DO ENFERMEIRO(A) E DA ENFERMAGEM

+ João Bosco Óliver de Faria Arcebispo Emérito de Diamantina O rosto do(a) enfermeiro(a) esconde um universo de sentimentos, como em poucas profissões pode acontecer. Hoje, 12 de maio, seu Dia, é uma bela oportunidade para se passear, discretamente, por este jardim maravilhoso plantado por Deus no coração humano, o coração do(a) enfermeiro(a). Nenhum ser humano tem um coração de pedra. Em cada coração, há escaninhos diversos, onde está guardada, a sete chaves, a história da própria vida, tecida tanto por fatos memoráveis quanto por outros que, se encobertos pela poeira do tempo, não fariam falta; fatos do presente que se alinhavam à perspectiva dos que estão por vir; histórias de alegria permeadas por histórias de dor. O(A) enfermeiro(a) não é uma exceção. Ao chegar em seu trabalho, ele(a) traz no coração a enciclopédia de sua vida, que será uma das grandes e principais referências em seu trabalho de desvelo e de amor pelo próximo. Como em poucas profissões, lida-se com a delicadeza de vidas humanas, algumas nos seus limites vitais. Nesse contexto, o(a) enfermeiro(a) tem que se orientar pelas normas gerais de cuidados específicos e por aqueloutras da entidade a que serve, entre as quais, horários, regulamentos... Além disso, sabe que não pode errar, sabe que não pode falhar! As placas de sinalização dos canteiros desse jardim indicam opções bem diferenciadas e, às vezes, contrastantes. Vou começar pelos cactos, que, embora produzam flores, carregam, em geral, para si a proteção dos espinhos. Com exceção da maternidade, onde a nota dominante é certa ansiedade na expectativa, superada pela alegria da chegada do(a) filho(a) tão sonhado(a), o clima numa casa de saúde traz sempre a marca da tensão direcionada ao bem-estar dos pacientes, com sua tipologia bem diversificada. Há os pacientes “impacientes”, que imaginam que o mundo gira ao seu redor. Eles têm, sempre, algo a reclamar. Há os aflitos, que se “afligem” pela mínima demora, quando chamam o posto de enfermagem. Há os que têm alergia ao ambiente hospitalar e clamam, sem cessar, pela alta médica para voltarem às suas casas, embora ainda sem condições para tal. Não faltam também aqueles que são avessos aos medicamentos e que os escondem na boca sem os engolir, para cuspi-los, disfarçadamente, depois. Não posso esquecer os que se irritam pelas limitações da idade ou da doença, ou os desconfiados, que querem conferir, pessoalmente, todo medicamento que recebem. Acompanhando um amigo em um grande hospital, recordo-me do momento em que uma enfermeira, de compleição forte, deu-lhe uma cápsula para tomar, com um pouco de água. Ele, antes de tomá-la, com voz autoritária, perguntou à enfermeira: - “o que é isto?” E ela, no mesmo tom: - “remédio”! E ele tomou sem mais questionamentos. Surgem, ainda, os acompanhantes que tentam burlar as normas de permanência no quarto. Quando o quadro vai se tornando mais grave, eles vêm com perguntas pouco discretas, inquerindo “se em uma cidade maior, ou em um outro hospital, haveria mais e melhores recursos para tratar aquele doente”, ou ainda, “se poderiam trazer um médico amigo para fazer uma visita”... Recordo, também, os acompanhantes que se imaginam entendidos no tema e que insistem em falar de parentes ou de amigos que tiveram a mesma doença e como foram tratados. Se esses fatos são a moldura, a tela é a convivência diária do(a) enfermeiro(a) com a angústia, com o sofrimento e com a dor de seus pacientes. Dói seu coração, quando a pessoa busca o hospital em situação limite, quando as possibilidades de recuperação são mínimas e testemunham o apagar de uma existência, codividindo o sofrimento de todas as famílias. É esse o momento de maior desgaste para os que trabalham na área da saúde e, sobretudo, para o(a) enfermeiro(a), que viveu uma maior proximidade com aquele que perdeu a luta para a morte. Outro tipo de cactos, neste jardim, é a forma anônima com que o pessoal da enfermagem é, por vezes, tratado por aqueles que recebem seus cuidados. Dói também – mas felizmente há exceções – no coração do(a) enfermeiro(a) a ingratidão muda daqueles que receberam tantas atenções e benefícios. Silencio outras desatenções mais pesadas que não convêm ser lembradas. Não se pode esquecer os mais de 700 enfermeiro(a)s no Brasil (114 no mês de março/21 – dados do COFEN) que perderam suas vidas, arriscando-se, consciente e corajosamente, para tratar as vítimas da Covid 19! São heróis (heroínas) sem monumento a lhes marcar a honrosa presença na história! Todo(a) enfermeiro(a) leva aos seus pacientes o alívio da angústia, da dor, da solidão, da incompreensão, mas, sobretudo, leva a esperança da saúde e da alegria de viver. Sua entrada no quarto de um enfermo já significa, para aquele que ali padece, que há alguém que se importa com sua dor, com seu sofrimento, e que lhe traz a esperança da saúde e da vida. Assim, felizmente, o jardim de um(a) enfermeiro(a) não tem apenas cactos, mas também outros canteiros, mais bonitos e bem maiores, repletos de cravos, de hortênsias, de açucenas, de jasmins, de lírios, de orquídeas e de rosas sem espinhos. Como é belo saber da festa que o corpo clínico de um hospital faz para aquele(a)s que venceram a Covid 19 e que saem alegres e felizes, com os olhos em lágrimas, agradecendo aos que lhes devolveram a saúde e a vida. Essa mesma alegria é experimentada pelo corpo clínico a cada vez que um enfermo se recupera e volta feliz para junto dos seus. Embora nem sempre haja oportunidade para externá-la, é a alegria pela vitória, pelo sucesso dos cuidados dispensados em prol da vida. É importante lembrar que o(a) enfermeiro(a) não trata um indivíduo, mas uma pessoa, que é pai ou mãe, esposo ou esposa, filho ou filha, irmão ou irmã, e que tem, portanto, um universo de relacionamentos humanos e de presença na sociedade da qual faz parte. Sua ausência, quando acontece, traz um vazio insubstituível na sua comunidade de pertença. Logo, o cuidado dispendido a essa pessoa é um cuidado coletivo, que se replica e que se expande para todos aqueles de seu convívio. Assim, para esse confronto diário e permanente, o(a) enfermeiro(a) precisa se fortalecer no cultivo de algumas virtudes bem específicas para sua missão. São muitas. Lembro algumas, em especial: 1. A Fé! Seja qual for sua religião, o(a) enfermeiro(a) que reza antes de seu trabalho e por seus doentes tem um poder de cura muito maior que aquele(a) que não reza. Mesmo o paciente não sabendo da oração do(a) enfermeiro(a), o resultado da oração surge sempre. Deus é o grande médico, mas Ele precisa do(a) enfermeiro(a)! É, sem dúvida, uma preciosa profissão o ser ajudante de Deus na cura das doenças das pessoas! 2. A alegria. Que ela seja visível em seu rosto e na bondade de suas palavras! A alegria conduz ao otimismo, que é uma alavanca poderosa no combate a toda e a qualquer doença. A psicossomática vem crescendo na medicina clínica. Quando o paciente adquire confiança no tratamento que recebe, acelera-se o quadro de sua recuperação. Quando, porém, ele se entrega à doença, desanima de lutar pela saúde e pela vida, torna-se muito difícil devolver-lhe a saúde. 3. A gentileza. É um encanto observar nos hospitais, quando o(a) enfermeiro(a), apesar do desafio do confronto permanente com o sofrimento e com a dor, a despeito do cansaço natural de seu trabalho, adorna sua presença com uma tonalidade de doçura, de carinho e de atenção para com seus pacientes. Como tal atitude é salutar, no sentido pleno desta palavra: traz saúde aos que a presenciam. 4. A perseverança. A persistência tenaz em cuidar de pessoas cuja situação clínica promete poucas esperanças, pelo comum do acontecer. Conheço casos em que as perspectivas se viraram em cento e oitenta graus, contra toda esperança na praxe clínica, graças àqueles que lutaram contra toda desesperança. Outras virtudes ornam a pessoa do(a) enfermeiro(a), como o silêncio, a capacidade de escuta, a sensibilidade, a disponibilidade, a paciência e a resiliência. Qualidade também muito importante para a pessoa do(a) enfermeiro(a) é a difícil arte de saber desligar os seus registros mentais, ao sair de casa e caminhar para o hospital e, igualmente, ao deixar o hospital, para voltar ao aconchego de seu lar. São dois mundos carregados de sentimentos, de preocupações, de alegrias e de desafios: um estritamente de ordem pessoal – o seu lar, a sua família, o seu sangue –; o outro, voltado para o serviço aos irmãos, onde toda saúde recuperada, toda vida regatada torna-se uma vitória que aquece o coração e que enche sua mente de alegria na plena realização profissional. Como seria o mundo se não existissem o(a)s enfermeiro(a)s? A você enfermeiro, enfermeira, a minha homenagem e a minha grata admiração! Deus o(a) abençoe e o(a) fortaleça em sua tão nobre e bela missão: suavizar a dor de alguém, devolver aos irmãos a saúde e a alegria de viver! Parabéns pelo seu Dia!
Fundação Padre Albino
Publicado em 12/05/2021 por Mauro Assi

GRUPO AGROBRABO COLETA ALIMENTOS PARA O HCC

O grupo AgroBrabo Tahiti, de Itajobi, realiza campanha de arrecadação de alimentos para o Hospital de Câncer de Catanduva ao longo do mês de maio. Com parceiros que estão coletando alimento nas cidades de Itajobi, Catanduva e Pindorama, a campanha prevê a arrecadação de arroz, feijão, macarrão e bolacha de água e sal. Os alimentos são utilizados no preparo das refeições dos pacientes internados.Para doar, entre em contato com(17) 99772 5217 (17) 99635 7395 (17) 99144 3125.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 06/05/2021 por Marcella Milani

FPA ADQUIRE NOVAS MACAS

A Fundação Padre Albino adquiriu novas macas reclináveis para transporte de pacientes em ambulâncias. A aquisição permitirá mais conforto e segurança aos pacientes durante o deslocamento nos veículos.
Fundação Padre Albino
Publicado em 29/04/2021 por Marcella Milani

PACIENTE 403

Neste dia 28 de abril, Avelina de Lourdes Venturin, 71 anos, finalizou sua 25ª e última sessão de radioterapia. Tratando o câncer desde dezembro, ela também passou pelo tratamento de quimioterapia do Hospital de Câncer de Catanduva. “Pensei em desistir do tratamento, mas com a ajuda da equipe do hospital tive forças para chegar ao final e hoje é uma nova data de aniversário para mim; por isso trouxe um bolo para comemorar a minha nova vida, o meu renascimento”, contou Avelina, acompanhada dos filhos, netos e amigos.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 28/04/2021 por Marcella Milani

103 ANOS DA CHEGADA DE PADRE ALBINO EM CATANDUVA

Em 28/04/1968, há 53 anos, padre Albino recebia o titulo de ‘Cidadão Benemérito’. Neste dia 28 de abril comemoram-se os 103 anos da chegada de Padre Albino a Catanduva. Na mesma data, em 1918, o padre português tomou posse na antiga capela de São Domingos, hoje a Igreja Matriz.“Padre Albino veio de Portugal para o Brasil fugindo da Revolução, pois havia sido condenado ao degredo na África. Após ter desembarcado no Rio de Janeiro e, já no Estado de São Paulo, ter passado por Jaboticabal, Jaú e Barra Bonita, sua missão o trouxe até Catanduva”, diz Rafael Roberto Luzia, assistente técnico do Centro Cultural e Histórico Padre Albino. Ele também explica que “em 28/04/1968, há 53 anos, padre Albino recebia na Câmara de Vereadores de Catanduva, no Parque das Américas, onde hoje é o Fórum da cidade, o titulo de ‘Cidadão Benemérito’. Na época o prefeito era o Sr. José Antônio Borelli e o presidente da Câmara o vereador Dr. Venâncio de Lima Ferreira”. O CCHPA guarda objetos, relíquias e itens do Venerável Padre Albino. Devido à pandemia está fechado para atendimento ao público, mas pode se conhecer mais sobre a história através do site http://www.webfipa.net/museu/ (Fotos: Arquivo CCHPA)
Fundação Padre Albino
Publicado em 27/04/2021 por Alan Gazola

COMPROU, DOOU!

Parceira do HCC, a Mustang Pluron inicia nova campanha com 100% das vendas revertidas ao Hospital de Câncer de Catanduva. O produto desta campanha é o desinfetante Pluron Sanit Lavanda Especial. A base de quaternário de amônio, o produto está à venda por R$ 6 e a campanha segue enquanto duraram os estoques. A Mustang é parceira do HCC e realiza campanhas anuais para colaborar com o tratamento dos pacientes com câncer. A Mustang Pluron atende pelo 17 3531-7100 e está localizada na Avenida Conde Francisco Matarazzo, nº 640, no Distrito Industrial José Antonio Boso. Quer abraçar o HCC? Você também pode ajudar os pacientes em tratamento. Acessehttp://www.abracehcc.com.bre veja como ou entre em contato com o Setor Captação de Recursos pelo 17 3311-3365 ou 99789-8343.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 19/04/2021 por Marcella Milani

“TODO MUNDO TEM SEU DIA DE MILAGRE”

Completando a 16ª sessão de radioterapia, Marlene Nascimento Jantorno, 68 anos, de Catanduva, tocou o Sino da Esperança, que simboliza o final do ciclo de tratamento radioterápico. Acompanhada da filha, Juliana Jantorno, 33 anos, a sensação era de gratidão. “Nós temos a opção de acreditar que milagres não existem ou acreditar que tudo é um milagre”, disse a filha que, antes da doença da mãe, passou por dois cânceres. “Agradeço a Deus ter passado o que passei. Assim pude ajudar minha mãe e meu sogro, que também encararam a doença. Busquei uma rede de apoio e somos reconfortados quando vemos que existem outras pessoas passando pela mesma situação e que não estamos sozinhos”, disse ela. Juliana e Marlene enfrentaram juntas o desafio, mesmo que em momentos diferentes. “Quando fui diagnosticada achei que não tinha sensação pior do que contar à minha mãe que estava doente, até que ela ficasse também. Aí percebi que mais difícil que dar a notícia é recebê-la”, contou Juliana. A manhã foi de agradecimentos a toda equipe do HCC. Marlene também passou por quimioterapia e cirurgia no hospital. “O acolhimento e os sorrisos que recebemos aqui fizeram toda a diferença durante o tratamento”, finalizou Juliana, que fez questão de deixar uma mensagem para os colaboradores e pacientes.Veja no stories do Instagram.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 19/04/2021 por Marcella Milani

AVCC DE ITAJOBI DOARÁ R$ 500 MENSAIS AO HCC

A Associação Voluntária de Combate ao Câncer (AVCC) de Itajobi, conhecendo as dificuldades na arrecadação de recursos para custear o tratamento dos pacientes com câncer, doará mensalmente R$ 500 para colaborar com o HCC. A doação será feita por tempo indeterminado e será direcionada para o Serviço de Radioterapia do Hospital de Câncer de Catanduva. “O HCC agradece ao grupo da cidade de Itajobi pelo apoio aos pacientes em tratamento. Com a pandemia, os eventos deixaram de ser realizados, mas os tratamentos não pararam e nós contamos com a ajuda da comunidade dos 19 municípios que atendemos para nos ajudar a continuar proporcionando o tratamento das pessoas com câncer”, ressaltou a diretora de Saúde e Assistência Social, Renata Rocha Bugatti. *Foto tirada antes da pandemia
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 16/04/2021 por Marcella Milani

DIRETORIA EXECUTIVA APRESENTA NOVA GESTORA DO CSC DA FUNDAÇÃO

O presidente da Diretoria Executiva da Fundação, Reginaldo Donizete Lopes, reuniu na manhã deste dia 15 de abril os gestores de áreas do Centro de Serviços Compartilhados/CSC para apresentar a nova responsável por aquela unidade, Maysa Magati Bull. Na ocasião foi apresentado o organograma atualizado do CSC. UmCentro de Serviços Compartilhados, também referenciado como Shared Service Center, é estrutura da organização que atua como prestadora deserviços administrativospara várias empresas ou unidades de negócio. Conheça o novo organograma através do link http://fundacaopadrealbino.saude.ws/painel/uploads/noticia/noticia/OrganogramaCSCDetalhado-14-04-2021.pdf Maysa Magati Bull, bacharel em Tecnologia pela FATEC/Taquaritinga em 1997 (Processamento de dados com ênfase em Análise de Sistemas), foi contratada pela Fundação Padre Albino em 2017 para gerenciar a área de Tecnologia da Informação (T.I.).Com 23 anos de experiência na área, gerenciando projetos de alta complexidade, bem como equipes de alta performance, Maysa assumiu posições como consultora, coordenadora e gerente de T.I. no Brasil e no exterior. Foi Head de T.I. em uma das principais empresas do Grupo Telefônica/Vivo no Brasil e desenvolveu competências multidisciplinares na análise, desenvolvimento e implantação de WMS/TMS em diversas empresas. “Minhas principais fortalezas são a experiência internacional, gestão eficiente do budget da área, reduzindo custos, gerenciamento e desenvolvimento de pessoas por metas e objetivos”, disse ela. Maysa residiu por seis meses em Montevidéu/Uruguai, onde participou ativamente do levantamento, desenvolvimento e implantação do sistema WMS-WIS na rede de supermercados Disco. Participaram da reunião também o diretor Administrativo e Financeiro, Heliton Wagner Benetelli, e as diretoras de Educação, Cristiane Valéria de Oliveira, e de Saúde e Assistência Social, Renata Rocha Bugatti.
Fundação Padre Albino
Publicado em 15/04/2021 por Mauro Assi

PIUKA DOA R$ 20 MIL AO HCC COM VENDA DA COLEÇÃO AMOR

A loja Piuka Acessórios doou ao HCC R$ 20 mil com a venda da coleção "Amor", de acessórios exclusivos criada para o Hospital de Câncer de Catanduva, composta de colar, pulseira e brincos. A campanha teve início em outubro, alusiva ao mês de combate ao câncer de mama. “Apesar da grande crise que impactou o varejo no mundo, continuamos firmes na campanha pró HCC. Nosso objetivo com esta ação é estimular que outras empresas também criem campanhas para doar um percentual a essa causa tão importante”, ressaltaram Ana Beatriz e Ana Flávia Mei, respectivamente, diretora de Marketing e diretora criativa da Piuka. A PIUKA é uma marca de moda feminina focada em acessórios, fundada em Catanduva-SP, que através do e-commerce próprio de alta tecnologia vendeseus produtos para todo o Brasil. Desde 2017 a Piuka cria coleções exclusivas para o HCC com parte da renda revertida para o hospital. Em junho de 2020, a Piuka doou mais de R$ 15 mil ao HCC, fruto davenda da coleção daquele ano.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 12/04/2021 por Marcella Milani

ALUNOS E DOCENTES DA UNIFIPA APONTAM PERFIL DE CÂNCERES MALIGNOS NA MICRORREGIÃO

O estudo foi realizado entre 2015 a 2018 e envolveu discentes de iniciação científica e docentes do curso de Medicina de Catanduva. O câncer tem vários fatores de risco que fazem com que os grupos populacionais exibam diferentes padrões de incidência, que geralmente estão associados a hábitos e exposição ambiental.Com objetivo de conhecer o perfil epidemiológico de cânceres malignos da cidade de Catanduva e microrregião foi realizada pesquisa desenvolvida por alunos e docentes do curso de Medicina/FAMECA UNIFIPA. Os dados foram obtidos dos diagnósticos confirmados de cânceres malignos a partir de biópsias realizadas pelo Departamento de Patologia dos hospitais Padre Albino e Emílio Carlos de Catanduva e da sua região de abrangência, no período de 2012 a 2015, analisados e comparados com dados das demais regiões brasileiras e mundiais. Diferentes padrões para idade, sexo e tipos de câncer foram encontrados, como menor incidência de tumores de próstata, colo do útero e pulmão comparados ao perfil nacional. Em contraste, melanoma e câncer de útero tiveram maior incidência. “Esses dados revelam distribuição epidemiológica distinta, possivelmente explicada pelas características socioeconômicas e ambientais da região e poderão auxiliar a formular políticas de saúde adequadas a essa realidade”, explica a orientadora do estudo, Profa. Dra. Ana Paula Girol. Considerando apenas os dados analisados com pacientes atendidos na microrregião, o estudo aponta o câncer de mama com maior incidência de diagnóstico, com 18% dos casos, seguido por câncer no colo e reto (16,7%) e de próstata (12,8%), respectivamente, conforme gráfico anexo. O estudo foi realizado de 2015 a 2018, num total de 1.013 diagnósticos, e os resultados apresentados em congresso e publicados na revista internacional de artigos científicos ‘Cuidarte Enfermagem’. Participaram da pesquisa a Profa Dra. Ana Paula Girol, orientadora; Prof. Dr. Lucas Possebon, co-orientador; Filippo Amorosino Dalloulf, Paula Ferreira Pinheiro, Caio Henrique Okuda Oliveira e Daiana Barbosa Dias Melo, na época alunos do curso de Medicina, graduados em 2019. (Foto Ilustrativa)
Centro Universitário Padre Albino
Publicado em 12/04/2021 por Alan Gazola

NO DIA MUNDIAL DO COMBATE AO CÂNCER, SOA O SINO DA VIDA E DA ESPERANÇA NO HCC

8 de Abril – Dia Mundial do Combate ao Câncer Neste dia 08, dois pacientes terminaram o ciclo de tratamento no Serviço de Radioterapia do HCC. Adriana César, de Catanduva, encerrou a sua 25ª sessão de quimioterapia e tocou o Sino da Esperança. “Meu sentimento é de vitória. Meu desejo é de que as pessoas que passam pelo tratamento tenham força e coragem, pois Deus é maior que qualquer doença. Tudo que eu disser será pouco para agradecer a toda equipe do HCC, que sempre nos acolhe e conforta”. Em seguida foi a vez de Antônio Gonçalves, de 77 anos, também de Catanduva. Após 38 sessões de radioterapia ele tocou o sino. “É emocionante saber que depois de tanta luta eu consegui, ao lado da minha esposa, tocar esse sino. Peço para as pessoas que não tenham medo e consultem seu médico, como eu procurei, pois a prevenção e o tratamento precoce garantem a cura”. (Fotos Comunicação Fundação Padre Albino)
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 08/04/2021 por Alan Gazola

HCC CONCORRE AO TROFÉU ROTARY CLUB CATANDUVA 14 DE ABRIL

O Hospital de Câncer de Catanduva está concorrendo ao “Troféu Rotary Club de Catanduva 14 de Abril” em uma pesquisa online indicando a entidade assistencial que mais se destacou em 2020 pelos serviços prestados à comunidade. Estão participando oito entidades da cidade. Para votar no HCC, acesse o link: https://www.rc14deabril.com/ A votação segue até o dia 10 de abril e está sendo organizada pelo Rotary Club Catanduva 14 de abril.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 06/04/2021 por Marcella Milani

EMPRESAS QUE SALVAM!

Vamos juntos aumentar os leitos de UTI em Catanduva? Em face do agravamento da pandemia do novo Coronavírus e do consequente aumento dos casos, superlotando os hospitais de Catanduva e região, inclusive com risco da falta de medicamentos essenciais para intubação dos pacientes, há necessidade imediata e urgente de aumentar a capacidade de internação em leitos de U.T.I. Diante disso, a AEC – Associação de Assistência ao Hospital Emílio Carlos, a Família Sanches Fernandes e a Fundação Padre Albino buscam, através da campanha “Empresas que salvam”, arrecadar doações para a instalação de 15 novos leitos de UTI no Hospital Emílio Carlos, em Catanduva. Qualquer valor pode ser doado. Atualização das doações em 05/04/2021 R$ 1.278.000,00 - Total arrecadado R$ 1.222.000,00 - Faltam arrecadar Faça sua doação: PIX: captacao.hcc@padrealbino.com.br Banco Bradesco: AG 3499-1 CC 333000-1 CNPJ: 47.074.851/0009/08 FUNDAÇÃO PADRE ALBINO Ou entre em contato com AEC - 17-99106-2343 FPA - 17 99789-5677 | 0800-2004-222 Para saber mais acesse: www.ajudeaec.com.br Contrapartida: Os doadores serão reconhecidos através do selo “Empresas que Salvam” e placa de reconhecimento, conforme tipo de doação realizada, que serão fixadas no Hospital Emílio Carlos. Dedução fiscal – Os valores serão depositados na conta da Fundação Padre Albino, portanto, poderão ser dedutíveis do imposto de renda da empresa doadora, desde que o valor não ultrapasse 2% do lucro operacional da mesma. As pessoas precisam respirar. “Aquele que tem caridade no coração tem sempre qualquer coisa para dar.” Santo Agostinho AEC - ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA AO HOSPITAL EMÍLIO CARLOS FAMÍLIA SANCHES FERNANDES FUNDAÇÃO PADRE ALBINO
Fundação Padre Albino
Publicado em 06/04/2021 por Mauro Assi

MÃE DE COLABORADORA

Depois de passar por cirurgia e 16 sessões de quimioterapia, Maria de Lourdes Rebelato de Paulo, 65 anos, de Catanduva, tocou o Sino da Esperança do Hospital de Câncer de Catanduva no dia 30 de março. Maria de Lourdes é mãe da colaboradora do Hospital Emílio Carlos Solange Rebelato de Paulo, há 19 anos atuando na Fundação Padre Albino. “Também passei pelo câncer e, quando é com a gente, é mais fácil do que com a mãe. A sensação hoje é de gratidão por tudo ter dado certo”, contou a filha emocionada.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 31/03/2021 por Marcella Milani

PÁSCOA NO HCC

Pelo quarto ano consecutivo, os pacientes do Hospital de Câncer de Catanduva foram presenteados com ovos de páscoa doados por Marcelo Karwoski Barrionuevo, proprietário do Supermercado Acapulco, da cidade de Novais. Nesta quarta-feira, os pacientes da Quimioterapia e Radioterapia receberam os chocolates das mãos dos colaboradores da Captação de Recursos da Fundação Padre Albino.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 31/03/2021 por Marcella Milani

O SINO ROSA

Flávia Mello, 35 anos, da cidade de Catiguá, tocou o Sino da Esperança no dia 26 de março comemorando o final de mais uma etapa na luta contra o câncer. “Se eu pudesse dava uma festa”, disse ela tentando colocar em palavras a mistura da felicidade com o alívio; “é muito gostoso o que estou sentindo”. Há cerca de um ano, Flávia descobriu o câncer e logo iniciou o tratamento contra a doença. Em outubro, na fase da quimioterapia, participou da campanha Outubro Rosa do HCC. Na época, Flávia, com medo, tentava lidar com a queda do cabelo, o receio da cirurgia e de tudo que ainda estava por vir. “Quem está começando, não desista, porque a luz no final do túnel existe, sim”.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 29/03/2021 por Marcella Milani

HCC REALIZA 2º LEILÃO DE GADO VIRTUAL

O Hospital de Câncer de Catanduva promove o seu 2º Leilão de Gado Virtual no dia 29 de maio, às 14 horas, com 100% da renda destinada ao atendimento dos pacientes com câncer de Catanduva e região. As inscrições são gratuitas pelo Whatsapp 17 99789-8343. Fotos e informações sobre os animais serão disponibilizadas aos participantes do leilão por meio de grupo exclusivo para os inscritos. O HCC também está captando animais para o leilão e os interessados em doar podem entrar em contato pelos telefones 17 3311-3365 ou 99789-8343. O leilão é uma das ações que o HCC conseguiu adaptar para o virtual para custear o tratamento dos pacientes com a venda dos animais. “Antes da pandemia, uma das principais fontes mantenedoras do HCC eram os eventos, organizados pelos nossos voluntários e colaboradores. Tem sido um desafio para a Fundação Padre Albino, que conta com doações, arcar com as despesas da Radioterapia, que ainda não tem habilitação do SUS”, informou a gerente de Captação de Recursos da FPA, Angélica Rodrigues. O Hospital de Câncer de Catanduva realizou seu primeiro Leilão Virtual em agosto de 2020 e arrecadou R$ 131.410,00 com a venda de 33 animais e 2 fivelas personalizadas.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 26/03/2021 por Marcella Milani

VENDAS EM ESPAÇO DIGITAL NATURA SÃO REVERTIDAS AO HCC

Com a campanha “Sua compra faz a diferença” o Espaço digital Michele Malaga destina 30% das vendas dos produtos Natura para o Hospital de Câncer de Catanduva. A campanha acontece de 1º de abril a 31 de maio no portalwww.natura.com.br/consultoria/michelemalagaInformações 99141-0058
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 23/03/2021 por Marcella Milani

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA GESTORES É TEMA DE TREINAMENTO

O Núcleo de Educação Permanente da Fundação Padre Albino promoveu treinamento sobre recrutamento e seleção para gestores nos dias 23 de fevereiro e 2 de março para 57 líderes dos hospitais Padre Albino, Emílio Carlos, HCC, Padre Albino Saúde,Recanto Monsenhor Albino e Ambulatório Médico de Especialidades O treinamento foi realizado pela psicóloga Daniela Nery com o objetivo de qualificar e potencializar os processos de recrutamento e seleção na FPA.“O processo é de suma importância para o sucesso das organizações, visto que é através dele que as empresas conseguem identificar talentos que fazem o diferencial neste mercado competitivo”, pontua Daniela Nery. O setor de Recrutamento e Seleção se mantém atualizado com as novas ferramentas e tecnologias disponíveis, parar tornar o processo cada vez mais inteligentes e estratégicos. “Para obter melhores contratações, é preciso investir na técnica de entrevista por competência onde se avalia com mais qualidade os candidatos, selecionando fatores que atendem as necessidades da empresa. Sendo assim, otimizando os resultados, pois os novos colaboradores são mais capacitados”, finalizou a psicóloga.
Fundação Padre Albino
Publicado em 23/03/2021 por Marcella Milani

MARÇO AZUL-MARINHO: MÊS DE CONSCIENTIZAÇÃO DO CÂNCER COLORRETAL

Fundação Padre Albino lança campanha sobre câncer colorretal A Fundação Padre Albino lançou campanha alusiva ao Março Azul-Marinho: mês mundial de conscientização do câncer colorretal para orientar a população sobre prevenção, riscos e tratamento. De acordo com o cirurgião oncologista do Hospital de Câncer de Catanduva, Ugo Vicente, a maior incidência é entre pessoas acima de 50 anos e a partir de 45 em caso de histórico familiar. “Os fatores de risco implicam na alimentação pobre em fibras com pouca ingestão de frutas e verduras, no excesso de carne vermelha processada, tabagismo e caso na família”, afirmou. Como todos os cânceres, o diagnóstico precoce do colorretal é parte importante para a cura. Identificando os sintomas, procure médico oncologista para orientação. “Alteração no hábito intestinal, mudança no aspecto e sangue nas fezes são sintomas da doença. Em casos mais avançados há a dificuldade para evacuar, perda de peso e distensão abdominal”, explica o oncologista.Após diagnóstico com a colonoscopia devem ser realizados exames para estadiamento da doença e definição do tratamento que, dependendo da localização do tumor (reto ou intestino grosso), pode ser tratado com cirurgia, quimioterapia e/ou radioterapia. A campanha Março Azul-Marinho da Fundação Padre Albino integra os hospitais Padre Albino, Emílio Carlos e Hospital de Câncer de Catanduva.
Fundação Padre AlbinoHospital de Câncer de CatanduvaHospital Emílio CarlosHospital Padre Albino
Publicado em 19/03/2021 por Raphael

DIRETORES DA FPA RECEBEM O SUPERINTENDENTE DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

Diretores da Fundação Padre Albino (FPA) receberam neste dia 08 de março, no Hospital Padre Albino, o superintendente do Ministério da Saúde, José Carlos Paludeto, acompanhado pelos empresários João César de Moraes e Omar Osório. Sua passagem por Catanduva atende ao pedido da deputada Carla Zambelli (PSL), que visitou o hospital na semana passada, e do empresário João César. Na reunião Paludeto foi informado das demandas da área da saúde dos hospitais da Fundação, já apresentadas ao Ministério da Saúde, comprometendo-se a resolvê-las o mais breve possível. Advogado, com especialização em saúde, Paludeto atua na área há 20 anos. Participaram da reunião o presidente da Diretoria Executiva da Fundação, Reginaldo Lopes, a diretora de Saúde e Assistência Social, Renata Bugatti, o diretor médico do HPA, Dr. Luís Fernando Colla, a gerente técnica Fátima Cajuella e o médico responsável pelo Serviço de Hemodinâmica, Dr. Fernando Stuchi Devito.
Fundação Padre Albino
Publicado em 09/03/2021 por Mauro Assi

HCC LANÇA PIX PARA DOAÇÕES

O Hospital de Câncer de Catanduva criou sua chave PIXcaptacao.hcc@padrealbino.com.brpara facilitar e agilizar as doações para o custeio do tratamento dos pacientes. Há um ano sem realizar eventos, o HCC perdeu boa parte das doações que vinham através deles e de ações realizadas pelos voluntários. “O PIX foi criado para que as pessoas continuem ajudando, pois o nosso trabalho não parou nenhum dia. O câncer precisa ser combatido com ou sem pandemia e precisamos da colaboração de todos os municípios que são atendidos pelo hospital para continuar os tratamentos”, ressaltou Angélica Rodrigues, gerente de Captação de Recursos da Fundação Padre Albino. O PIX, seguro e feito no aplicativo do banco do doador, é direcionado para a conta bancária do HCC. Informações 0800 2004 222 ou pelo Whatsapp: 99789-8343. Formas de doação, acesse:http://www.hospitaldecancercatanduva.com.br
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 03/03/2021 por Marcella Milani

O PRIMEIRO DE MARÇO

O dia 1º de março, para Vânia Paula Arruda, ficou marcado pela finalização das 19 sessões de radioterapia no Hospital de Câncer de Catanduva ao tocar o Sino da Esperança, que simboliza a conclusão da etapa. Ela, que enfrenta o câncer de mama desde novembro, data do diagnóstico, descobriu a doença pelo exame de rotina. “Vou sentir saudade de todos aqui. Estou ótima e o meu problema não é nada perto das histórias de luta que conheci aqui”, contou Vânia, que também passou por cirurgia oncológica.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 01/03/2021 por Marcella Milani

DEPUTADA CARLA ZAMBELLI VISITA O HPA

A deputada federal pelo PSL Carla Zambelli, acompanhada pelo empresário João César de Moraes e assessores, visitou na manhã deste dia 1º de março o Hospital Padre Albino (HPA). A deputada conheceu o Serviço de Hemodinâmica, a Unidade de Tratamento de Queimados e a Unidade de Urgência e Emergência. A visita foi acompanhada pela diretora de Saúde e Assistência Social, Renata Rocha Bugatti, pelo médico responsável pelo Serviço de Hemodinâmica, Dr. Fernando Stuchi Devito, e pela Dra. Kelly Sinhorini. Durante a visita Renata Bugatti falou da Fundação, do atendimento dos hospitais Padre Albino, Emílio Carlos e de Câncer e das demandas já apresentadas aos governos estadual e federal, também entregues à deputada Carla Zambelli, que ficou de fazer as interlocuções para o possível atendimento.
Hospital Padre Albino
Publicado em 01/03/2021 por Mauro Assi

O FINAL DA PRIMEIRA ETAPA

“Valorizar os momentos e a saúde porque é tudo muito rápido e delicado”, aconselhou Marta Helena Milani Marsari, ao falar sobre o tratamento da irmã, Dulcineia Selma Milani Frigério, 76 anos, que concluiu hoje, 19 de fevereiro, sua 6ª e última sessão de quimioterapia. “Lidar com o diagnóstico é a parte mais difícil”, contou o filho, Sérgio Ricardo Frigério. “Deixei meu trabalho e minha família em outro Estado para acompanhar minha mãe em tudo, seja na logística, nos cuidados e principalmente como médico”. Para Dulcineia, a quimioterapia foi o início do tratamento contra o câncer. Ela segue com acompanhamento médico e exames para as próximas etapas. “Me sinto aliviada”, disse ela.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 19/02/2021 por Marcella Milani

CIRURGIA, QUIMIOTERAPIA E RADIOTERAPIA: A LUTA CONTRA O CÂNCER

Adriana Paula Lopes Pereira, 41 anos, concluiu nesta sexta-feira, 19 de fevereiro, a 25ª sessão de radioterapia no Hospital de Câncer de Catanduva. A batalha contra a doença começou em dezembro de 2019 com a descoberta do câncer de mama. “Fiz a cirurgia e 30 sessões de quimioterapia entre a branca e a vermelha; mal conseguia levantar da cama por causa do mal-estar”, contou a paciente. Para comemorar a finalização de mais uma etapa, Adriana tocou o Sino da Esperança acompanhada das filhas, da irmã e da sobrinha. “Estou aliviada. Minhas filhas foram a minha força. É por elas que eu luto; foi por elas que não me entreguei à doença”.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 19/02/2021 por Marcella Milani

HCC LANÇA CAMPANHA TROCO SOLIDÁRIO PARA EMPRESAS

O Hospital de Câncer de Catanduva (HCC) conta com a colaboração da população de Catanduva e dos 18 municípios da região para proporcionar aos pacientes com câncer atendimento ambulatorial, exames, cirurgias, quimioterapia e radioterapia. Para isso está lançando a campanha Troco Solidário, à qual empresas de todos os seguimentos podem aderir. A empresa, aderindo à campanha, oferece aos seus clientes a doação do troco ao HCC para custear o tratamento oncológico. “Fizemos essa campanha inicialmente com a Rede Central e com o Tonin Superatacado e com o troco doado pelos clientes ao pagarem suas compras conseguimos bons resultados. Não pesa no bolso do cliente, não tem custo para a empresa e nos ajuda a pagar os tratamentos dos pacientes com câncer”, destacou o presidente da Diretoria Executiva da Fundação Padre Albino, Reginaldo Donizeti Lopes. Como forma de agradecimento, as empresas parceiras serão divulgadas nas redes sociais da Fundação, uma maneira da comunidade também conhecer as empresas solidárias que abraçam a causa e de não cair em golpes como acontece com diversas instituições filantrópicas, que têm seus nomes vinculados a campanhas ilegítimas. “Seu troco parece pequeno, mas é enorme para quem depende dele para viver”, ressaltou Reginaldo Lopes. Para participar basta entrar em contato com o Setor de Captação de Recursos da Fundação Padre Albino pelo 17 3311-3365 ou whatsapp 17 99789-8343.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 17/02/2021 por Marcella Milani

ABSENTEÍSMO: MAIS DE 25 MIL PESSOAS DEIXAM DE SER ATENDIDAS EM 2020

A Fundação Padre Albino lançou campanha de orientação sobre os altos números de absenteísmo registrados em suas unidades de saúde. Em 2020, 25 mil pessoas agendaram consultas ou exames nos hospitais Padre Albino e Emílio Carlos e não compareceram, ou seja, mais de duas mil pessoas deixaram de ser atendidas por mês. “Quando o paciente não pode comparecer e comunica a unidade, chamamos o próximo na fila. Quando ele não desmarca, perde-se a vaga do dia e a fila de espera aumenta, uma vez que ele não foi atendido e terá que remarcar e nem o próximo na fila de espera foi antecipado”, explicou a diretora de Saúde e Assistência Social da Fundação Padre Albino, Renata Rocha Bugatti. A campanha, que tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de informar a impossibilidade de comparecimento, beneficiando quem também está aguardando pelo atendimento, é assinada pelos hospitais da FPA, pelo Padre Albino Saúde e pelo Ambulatório Médico de Especialidades/AME Catanduva. “Desmarque; o próximo da fila agradece!”
Fundação Padre Albino
Publicado em 16/02/2021 por Marcella Milani

DIRETORES DA FPA SÃO RECEBIDOS NO MINISTÉRIO DA SAÚDE

Em audiência marcada pelo deputado federal Sinval Malheiros (Podemos), os diretores da Fundação Padre Albino Renata Rocha Bugatti, de Saúde e Assistência Social, e Heliton Wagner Benetelli, Administrativo e Financeiro, e a gerente técnica Fátima Pinto Cajuela, foram recebidos no Ministério da Saúde, em Brasília, dia 12 de fevereiro último. Acompanhados pelo deputado Sinval, os diretores foram recebidos por Henrique Marques Vieira Pinto, assessor do gabinete do ministro Eduardo Pazuello, a quem entregaram os pleitos dos hospitais Padre Albino, Emílio Carlos e de Câncer (HCC). “Fomos muito bem recebidos pelo Dr. Henrique, que nos ouviu e disse que vai encaminhar as solicitações para as áreas técnicas responsáveis do ministério”, disseram os diretores, que estão confiantes no atendimento dos pedidos. “Todos sabemos da importância dos hospitais Emílio Carlos, Padre Albino e de Câncer para nossa região. Os atendimentos abrangem Catanduva e 18 cidades da região. Colaborar com o crescimento da Fundação é uma obrigação de todos nós que entendemos esta importância! Estejam certos de que eu lutarei sempre por esta causa”, disse o deputado Sinval Malheiros. Formado na FAMECA, na terceira turma, Dr. Sinval Malheiros pertence ao corpo clínico dos hospitais da Fundação e é docente da UNIFIPA. Desde seu primeiro mandato ele tem ajudado a Fundação com emendas e intermediado audiências nos ministérios. “Com isso, indiretamente, ele beneficia a população de Catanduva e região”, ressaltou a diretora Renata Bugatti.
Fundação Padre Albino
Publicado em 16/02/2021 por Mauro Assi

HEC ADQUIRE NOVOS EQUIPAMENTOS PARA SETOR ONCOLÓGICO

Pensando na segurança, conforto e bem-estar do paciente, o setor de hotelaria do Hospital Emílio Carlos adquiriu 16 novas camas, modelo Fawler, que proporciona três posições, além de grade de segurança; 16 mesas de cabeceira, para guardar os pertences dos pacientes; e 8 televisores. O setor oncológico, que conta com 16 leitos, foi totalmente modernizado com a utilização dos recursos obtidos pelo Setor de Captação de Recursos da Fundação Padre Albino junto à comunidade, em benefício dos pacientes do Hospital de Câncer de Catanduva. “O cliente é a chave de todo o processo dos serviços e o investimento foi realizado com o objetivo de qualificar a assistência à saúde dos internados e acompanhantes durante o período de tratamento”, ressaltou Aline Pereira de Almeida, gerente de hotelaria do Hospital Emílio Carlos.
Hospital Emílio Carlos
Publicado em 15/02/2021 por Marcella Milani

DOAÇÕES AO HCC POSSIBILITAM COMPRA DE EQUIPAMENTO PARA MANIPULAÇÃO DE QUIMIOTERÁPICOS

O Hospital de Câncer de Catanduva (HCC) adquiriu o segundo equipamento "Capela de fluxo laminar" graças às doações feitas pela comunidade através do Setor de Captação de Recursos da Fundação Padre Albino. O aparelho, no valor de R$42.873,39, é utilizado para manipulação e manuseio seguro de quimioterápicos, garantindo a segurança do profissional. “A quimioterapia é um dos pilares mais importantes no tratamento dos pacientes oncológicos. Assim, é fundamental mantermos um setor seguro e tecnológico alinhado à equipe preparada”, ressalta o oncologista clínico do HCC Dr. João Antonio Soler sobre a importância indispensável desse equipamento para proteção coletiva dos profissionais envolvidos, sendo os medicamentos manipulados em ambiente seguro. As doações da comunidade são importantes para qualificar o tratamento dos pacientes com câncer e possibilita também a compra de equipamentos que garantem a qualidade no atendimento prestado. “Essa é a importância de toda a comunidade de Catanduva e dos 18 municípios atendidos pelo HCC continuarem contribuindo. Foi por meio da ajuda da população que construímos o Serviço de Radioterapia e também é com ela que qualificamos o tratamento e oferecemos o melhor da tecnologia disponível”, agradece Renata Rocha Bugatti, diretora de Saúde e Assistência Social da Fundação Padre Albino.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 12/02/2021 por Marcella Milani

DEPUTADO DELEGADO OLIM DESTINA R$ 200 MIL AO HEC E R$ 200 MIL AO HCC

O deputado estadual Delegado Olim (PP) destinou verba de R$ 200 mil para o Hospital Emílio Carlos e R$ 200 mil para o Serviço de Radioterapia/Hospital de Câncer de Catanduva (HCC); ambas são para custeio. A Fundação Padre Albino recebeu a verba neste dia 25 de janeiro. Segundo informações da diretora de Saúde e Assistência Social, Renata Rocha Bugatti, os R$ 200 mil destinados ao Hospital Emílio Carlos serão utilizados para aquisição de material de consumo e conservação e manutenção de imóveis (manutenção predial) e aquisição de medicamentos (antibióticos e anestésico, sedativos, indutores de sono e bloqueadores neuromusculares), além de materiais hospitalares. Os R$ 200 mil do HCC serão utilizados para aquisição de material de consumo para laboratório, pois são realizados 53.000 exames/mês de patologia clínica, e prestação de serviços - conservação e manutenção de bens móveis e equipamentos, ou seja, realização da manutenção preventiva de equipamentos (acelerador linear e tomógrafo). “A verba nos ajudará no fortalecimento e continuidade nos serviços de saúde e subsidiará a manutenção do atendimento de Média e Alta Complexidade aos usuários do SUS, pois os hospitais atendem pacientes de Catanduva e 18 municípios da região. A Fundação Padre Albino agradece ao deputado Delegado Olim pela destinação dessa verba, muito importante para a instituição neste momento”, disse o presidente da Diretoria Executiva da FPA, Reginaldo Donizeti Lopes.
Fundação Padre Albino
Publicado em 26/01/2021 por Mauro Assi

CALENDÁRIO DO BEM 2021

Está disponível o Calendário do Bem 2021 com 100% da renda revertida ao Hospital de Câncer de Catanduva. Este ano, os meses são ilustrados por pacientes quem venceram a batalha contra a doença, por meio do tratamento no HCC. Ligue 0800 2004 222 ou pelo whatsapp 99789-8343, faça seu cadastro para doação e receba o calendário de 2021. A sua ajuda é muito importante na luta para salvar vidas!
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 13/01/2021 por Marcella Milani

“EU JÁ SABIA, MAS É UM BAQUE!”

“Sentia dor e notei um caroço. Investiguei por já ter dois casos na família”. Em abril de 2020, Raquel Bento da Silva, 50 anos, passava por cirurgia para retirada de tumor na mama. De Peruíbe, ela veio em busca de ajuda em Catanduva, onde reside toda a sua família. “Na minha cidade, pelo SUS, era tudo muito demorado. Decidir vir pra cá por saber do tratamento já que minhas irmãs também tiveram câncer e tudo aqui tem sido maravilhoso”, contou Raquel. Foram 4 sessões de quimioterapia, finalizada no dia 5 de janeiro, e ela já se prepara para a próxima etapa que será a radioterapia. “Eu já sabia, mas é um baque. Aqui com a minha família e passando pela mesma situação nos ajudamos e damos força uma para a outra”.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 06/01/2021 por Marcella Milani

DE VOLUNTÁRIO A PACIENTE

Paulo César Boni já é conhecido por aqui. Durante as campanhas para a construção do Hospital de Câncer de Catanduva marcou presença colaborando para a concretização deste sonho. Em fevereiro de 2020 ele iniciou seu tratamento; foram 28 sessões de quimioterapia oral e mais 28 sessões de radioterapia para então realizar a cirurgia em agosto. No dia 5 de janeiro deste ano, Paulo finalizou sua 8ª e última sessão de quimioterapia. “Sempre fui muito bem tratado aqui e agora que fui de voluntário a paciente quero me dedicar ainda mais e fica o aprendizado de ajudar o próximo, pois a gente nunca sabe quando vai precisar.”, disse Paulo César, 48 anos, morador de Vila Roberto. Acompanhado da filha durante todo o tratamento, a finalização foi muito comemorada. “A descoberta foi a parte mais difícil e só sinto gratidão de vê-lo chegar bem no final de mais uma etapa.”, disse Gabriela Boni.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 06/01/2021 por Marcella Milani

1º SINO DE 2021 É TOCADO POR COLABORADOR DA FPA

O Sino da Esperança, que simboliza a conclusão das sessões de radioterapia, tocou nesta quarta-feira, 6 de janeiro, pela primeira vez neste ano de 2021. Após 23 sessões de radioterapia no Hospital de Câncer de Catanduva, Agnaldo Marcos Alexandre concluiu uma das etapas do tratamento contra a doença. Colaborador do departamento financeiro da Fundação Padre Albino, Agnaldo contou com a presença de amigos de trabalho que prestigiaram o momento. “Agradeço a Deus pela força e espero voltar logo!”.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 06/01/2021 por Marcella Milani

CRIANÇA DOA CABELOS ANTES DA CIRURGIA E COMOVE EQUIPE DE ENFERMAGEM

A pequena Grazielly, de Santa Adélia/SP, fez a retirada de um tumor cerebral. Antes doou seus cabelos para o Hospital de Câncer de Catanduva. Um ato de coragem e solidariedade da jovem Grazielly Ferreira, de 11 anos, comoveu todos em sua volta. Uma criança sempre muito ativa e alegre, foi diagnosticada com um tumor cerebral e, antes da cirurgia para a retirada da lesão, chamou seus pais e falou da sua decisão de doar seus cabelos para que outras crianças, assim como ela, tenham esperança de se recuperar com mais autoestima. A decisãoQuando a equipe médica agendou a data da cirurgia de Grazielly, a menina, segundo seus pais contam, permaneceu em silêncio por alguns minutos, se levantou da cama e falou para seus pais do desejo em doar os cabelos que seriam cortados para o Hospital de Câncer de Catanduva. Uma mistura de espanto e emoção tomou conta de todos que ali estavam. Imediatamente a equipe de captação de recursos do HCC foi chamada para receber a doação das suas mechas. A motivaçãoComovidas com a coragem daquele momento e, ainda assim, ter espírito solidário com o próximo da pequena Grazielly, sua mãe e a equipe de enfermagem do plantão também ofereceram mechas de seus cabelos para doação.“Ficamos muito emocionadas com a postura madura e forte da ‘Grazi’ que, apesar da pouca idade, sua coragem deu mais força e tranquilidade tanto para a família quanto para nós. Por isso, resolvemos ajudar de alguma forma”, disseram as profissionais Rafaela Barboza e Valéria Machado. “Minha filha sempre me fez entender o que é amor e, por amor, vamos enfrentar juntos esta fase”, diz Érica, mãe da Grazielly.O pai, Roberto Ferreira, também cortou seus cabelos em prol da atitude da filha. “Com a doença da minha filha nós aprendemos que devemos ter um coração mais agradecido e fé de que tudo dará certo... só assim estamos conseguindo seguir em frente com tudo isso, sem nos abalarmos”, comentou. O retorno para casaGrazielly concluiu sua cirurgia. Foram aproximadamente 16 dias até a alta hospitalar, quando a família foi autorizada para o emocionante reencontro. Já em casa, onde se recupera aos poucos, recebe todo o carinho e auxílio da família.“Espero que a pessoa que for usar os cabelos doados pela nossa filha, sinta-se tão feliz como ela é. Não podemos deixar de agradecer à toda equipe de multiprofissionais e médica do Hospital Padre Albino, por ter nos acolhido e nos amparado nesse momento tão delicado da vida da nossa filha. Deus os recompense em saúde e alegrias”, disse emocionado o papai Roberto Carlos Ferreira. Abrace o HCC - O Hospital de Câncer de Catanduva assiste pacientes adultos de 19 cidades com atendimento ambulatorial, consultas, exames, cirurgias, quimioterapia e radioterapia. Sua ajuda é muito importante. Ligue para nossa Central de Doações: 0800 2004 222 *Todos os envolvidos nessa matéria cederam, de livre e espontânea vontade, o Direito de Uso de Imagem pela Fundação Padre Albino. (Fotos Comunicação FPA)
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 05/01/2021 por Alan Gazola

NOTA DE PESAR "GUILHERME MONTONI" HCC

Aqueles que amamos não morrem, apenas partem antes de nós. Assim comunicamos o falecimento do nosso amigo Guilherme Montoni, um dos ícones na campanha pela instalação do Hospital de Câncer em nossa cidade. ‘Gui’, como era conhecido, também foi o primeiro paciente a tocar o ‘Sino da Esperança’, ilustrou o nosso calendário de 2018 e atuou em várias atividades para angariar fundos em prol do HCC. Que sua história de luta, ao lado da sua família e esposa, seja a força e inspiração para quem continua aqui. *04/09/1990 +28/12/2020
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 28/12/2020 por Alan Gazola

FUNDAÇÃO PADRE ALBINO CELEBRA MISSA EM AÇÃO DE GRAÇAS PELO ANO DE 2020

Diretoria, gestores e colaboradores se reuniram para celebrar os desafios superados. O ano de 2020 tem sido desafiador, especialmente para os trabalhadores da área da saúde. Para celebrar em ação de graças pelos desafios superados, a Fundação Padre Albino, reuniu diretoria, gestores de unidades e colaboradores no dia 22 de dezembro, às 15h. A Santa Missa, realizada na quadra poliesportiva da UNIFIPA, anexa ao hospital Emílio Carlos, foi presidida pelo bispo diocesano Dom Valdir Mamede e concelebrada pelo Padre Francisco Adão da Silva e pelo Diácono Dr. Rafael Pires Borges. Durante a homilia, Dom Valdir falou sobre o ano complicado que passamos e da esperança de um próximo ano melhor, ano da corresponsabilidade e solidariedade em prol do bem comum. Durante a solenidade, foi realizado um gesto simbólico com a oferta dos equipamentos de proteção usados pelos profissionais que estão na linha de frente, atuando no combate à Covid-19.Ao final, o Presidente do Conselho de Administração da Fundação Padre Albino, Dr. José Carlos Rodrigues Amarante, tomou a palavra para agradecer e solidarizar-se com todos os colaboradores, que neste ano de 2020, muitos não puderam fazer seu isolamento social para cuidar da saúde da população. “Me orgulho muito, pois sei que os nossos pacientes foram atendidos e, muitos deles, tiveram suas vidas salvas pelas vossas mãos, mesmo que isso colocasse em risco as vossas vidas”, disse emocionado. Estiveram presentes na celebração, além dos colaboradores das unidades, Dr. José Carlos Rodrigues Amarante (Presidente do Conselho de Administraçãoda Fundação Padre Albino), Reginaldo Donizete Lopes (Diretor Presidente da Diretoria Executiva da FPA), Heliton Benetelli (Diretor Administrativo/Financeiro), Renata Rocha Bugatti (Diretora de Saúde e Assistência Social da FPA), Cristiane Procópio de Oliveira (Diretora de Educação da FPA), Karulini Polo (Gerente do AME) e demais gestores. (Fotos: Comunicação FPA)
Fundação Padre Albino
Publicado em 23/12/2020 por Alan Gazola

DROGARIA UNIÃO ABRAÇA O HCC

A doação é um gesto nobre que pode ajudar a mudar a história de milhares de pessoas. Seja ela financeira, de sangue, do tempo disponibilizado pelos voluntários, ou através de campanha de arrecadação de matérias-primas que podem ser revertidas em benefícios aos nossos pacientes atendidos. Sabendo da importância da conscientização, a equipe da Drogaria União fez a sua parte e doou 50 mil tampinhas PET, 14 garrafas PET de lacres de alumínio e 168 litros de leite em prol do tratamento dos nossos pacientes. Nossa profunda gratidão à família Drogaria União.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 23/12/2020 por Alan Gazola

BETH SAHÃO ABRAÇA O HCC

O HCC agradece a dedicação da população na realização de campanhas em prol dos nossos pacientes.Todas as doações são revertidas para custear o tratamento do câncer ou reverter em materiais de uso hospitalar. Na última semana, Beth Sahão esteve em visita na Fundação Padre Albino para oficializar o repasse de verba em prol dos custeios de primeira necessidades dos Hospitais. Após, ela visitou o Hospital de Câncer de Catanduva e fez sua doação de lacres de latinhas, que podem se tornar cadeiras de rodas e outros utensílios hospitalares. Obrigado por abraçar a vida!
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 23/12/2020 por Alan Gazola

LARA GRANDIZOLI ABRAÇA O HCC

A jovem Lara Grandizoli esteve em nossa unidade para fazer sua doação de mechas de cabelos. A doação será destina à confecção de perucas naturais para as pacientes em tratamento quimioterápico, feitas pelo projeto @fiodaalegriaA Lara abraça o HCC. Abrace você também!
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 23/12/2020 por Alan Gazola

DIRETORES DA FPA TÊM AUDIÊNCIA COM O SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE

Em audiência agendada pelo secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, e acompanhados do prefeito eleito de Catanduva, Pe. Osvaldo de Oliveira Rosa, diretores da Fundação Padre Albino estiveram na Secretaria de Estado da Saúde nesta quinta-feira (17). O diretor-presidente da Diretoria Executiva da Fundação Padre Albino (FPA), Reginaldo Donizeti Lopes, a diretora de Saúde e Assistência Social, Renata Rocha Bugatti, o diretor médico do Hospital Padre Albino, Dr. Luís Fernando Colla, e a gerente técnica Fátima Cajuela levaram pleitos ao secretário Dr. Jean Carlo Gorinchteyn. Entre eles estão a habilitação do Serviço de Radioterapia, o FIDEPS - Fator de Incentivo ao Desenvolvimento de Ensino e Pesquisa, Auxilio emergencial aos hospitais da Fundação Padre Albino, revisões de contrato da Oncologia (Radioterapia, Quimioterapia e cirurgias oncológicas), Rede Cardiologia e equipamentos obsoletos (Hemodinâmica e Ressonância Magnética). O presidente Reginaldo Donizeti Lopes disse que o secretário Jean Carlo Gorinchteyn os recebeu muito bem e disse que vai estudar com sua equipe técnica as solicitações. Reginaldo também agradeceu o empenho do secretário Marco Vinholi e o apoio do prefeito eleito Padre Osvaldo.
Fundação Padre Albino
Publicado em 18/12/2020 por Mauro Assi

O CABELO CRESCE JUNTO COM A SOLIDARIEDADE

Na manhã desta terça-feira (15 de dezembro) a equipe de Captação do HCC recebeu a visita da pequena, mas com grande generosidade, Raissa Gabrieli Cascão, que doou seus cabelos em prol dos pacientes em tratamento de nossa unidade. Acompanhada de seus responsáveis, Raissa exibiu com orgulho as mexas de cabelo doadas. Toda a doação de cabelo ao Hospital de Câncer de Catanduva vai para o projeto @fiodaalegria, que confecciona perucas. As perucas são disponibilizadas para nossos pacientes em tratamento, contribuindo com a autoestima! A Raissa abraça o HCC.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 15/12/2020 por Alan Gazola

TREINO CERTO DOA AO HCC 100% DO DESAFIO SÃO SILVESTRE

O grupo de assessoria esportiva Treino Certo doou R$ 1.304,00 para o HCC/Hospital de Câncer de Catanduva, arrecadados com as inscrições do Desafio São Silvestre, que acontece até o dia 31 de dezembro.A proposta inicial era doar 30% da renda, mas ao final das inscrições a organização doou 100% do lucro. Com 82 participantes, as inscrições aconteceram de 05 a 31 de outubro e como forma de evitar aglomeração, o percurso é feito individualmente e a equipe está monitorando os participantes por meio do trajeto cronometrado e envio on-line do mesmo.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 07/12/2020 por Marcella Milani

HOSPITAIS DA FUNDAÇÃO REALIZAM O 9º SIMPÓSIO DE HUMANIZAÇÃO

Os hospitais Emílio Carlos e Padre Albino, mantidos pela Fundação Padre Albino, em parceria com o Ambulatório Médico de Especialidades/AME Catanduva, Centro Universitário Padre Albino/UNIFIPA, Padre Albino Saúde e Recanto Monsenhor Albino, promoveram nos dias 25 e 26 de novembro, gratuitamente, o 9º Simpósio de Humanização, via plataforma digital. Oevento divulgou o conceito das políticas nacional e estadual de humanização e sensibilizou os profissionais da saúde local e da região. O simpósio foi aberto pela diretora de Saúde e Assistência Social da Fundação Padre Albino, Renata Rocha Bugatti. “A Fundação Padre Albino tem o compromisso de difundir as práticas de humanização e, neste ano, não poderia ser diferente, pois a pandemia da COVID-19 tem nos ensinado muito sobre o enfrentamento às adversidades e, mesmo à distância, mantemos o nosso compromisso”, disse. No dia 25, a psicóloga hospitalar e presidente do Time de Cogestão da Clínica Médica, Jaqueline Boni, e a enfermeira gestora de Acesso, com MBA em hotelaria hospitalar, Diana Branquinho, do Hospital Estadual Américo Brasiliense, apresentaram o tema “Visita Multiprofissional como ferramenta de apoio para a avaliação e monitoramento do Plano Terapêutico e Planos de Cuidado”. No dia 26, a gerente de Gestão do Cuidado do Hospital Padre Albino, Simone Aparecida Trovó, falou sobre as lições e os desafios ligados à visita multidisciplinar na instituição. O tema do simpósio foi debatido pela apoiadora do Núcleo Técnico de Humanização da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Elânia Maria Ferreira e Ferreira, e pela articuladora de humanização do Departamento Regional de Saúde/DRS XV, Lucineia Lacerda de Oliveira Santos. Segundo Elânia, a organização escolheu tema pertinente, que está alinhado com as ações de apoio da SES. Além da diretora de Saúde e Assistência Social, o evento contou com a participação do gerente médico e diretor técnico do Hospital Padre Albino, Dr. Luís Fernando Colla, da gerente da Qualidade dos Hospitais da Fundação Padre Albino, Maria Cláudia Piccolo Barbosa,pelosresponsáveis pelos Centros Integrados de Humanização dos hospitais Padre Albino e Emílio Carlos, Maristela P. P. Neves e Jefferson Cavalgante de Souza,e foi coordenado pelos Centros Integrados e Grupos de Trabalho de Humanização dos departamentos da Fundação Padre Albino, que assim como o Ministério da Saúde e a Secretaria Estadual da Saúde têm o objetivo de transformar o modo de se fazer assistência.
Fundação Padre Albino
Publicado em 02/12/2020 por Marcella Milani

GRUPO OSCAR DOA LENÇOS PARA HCC

As lojas Jô Calçados e Oscar Calçados, do Grupo Oscar, entregaram 53 lenços de tecido para o Hospital de Câncer de Catanduva nesta terça-feira, 24 de novembro. Os lenços foram doados pelos colaboradores das sete lojas do Grupo das cidades de Catanduva, São José do Rio Preto, Votuporanga e Araçatuba. A entrega foi feita pelo gestor regional, Ericson Tanaka. “A campanha é relativa ao Outubro Rosa e escolhemos o HCC pois sabemos que é uma instituição séria e conhecemos o esforço de toda a comunidade para abraçar a causa. Nosso objetivo é trazer alegria e autoestima para quem enfrenta a doença”, contou Ericson.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 24/11/2020 por Marcella Milani

O PADRE ALBINO SAÚDE É PARTE DA FUNDAÇÃO!

O PADRE ALBINO SAÚDE é parte da FUNDAÇÃO! O Padre Albino Saúde oferece planos privados de assistência à saúde nas modalidades individuais, coletivas e empresariais. O plano se destaca pela sua infraestrutura por meio de seus consultórios próprios com diversas especialidades, Centro de Atenção Primária, Medicina Preventiva, Serviço de Assistência Domiciliar e atendimento de urgência e emergência em todo o Brasil pelo Sistema Abramge. Os beneficiários do PAS contam com o conforto de seus consultórios próprios com diversas especialidades em ambiente único; Médico de Família preparado para acompanhar todo o histórico de saúde do paciente; equipe multiprofissional que promove a qualidade de vida por meio da Medicina Preventiva, com academia livre, grupos de emagrecimento saudável e gerenciamento de crônicos; laboratórios e serviços e ampla rede de credenciados.
Fundação Padre Albino
Publicado em 19/11/2020 por Marcella Milani

SEGUNDO CICLO

De Catanduva e com 58 anos, Vera Lúcia Pizoni concluiu seu segundo ciclo de radioterapia no Hospital de Câncer de Catanduva no dia 11 de novembro, quando tocou o Sino da Esperança para simbolizar a finalização de mais essa etapa na luta contra a doença. Com tratamento na região do pescoço, a paciente contou com o respaldo do atendimento odontológico, por meio do cirurgião dentista da Fundação Padre Albino, Dr. Enel Rogério Caneo. “Consegui me alimentar graças ao tratamento dele”, afirmou Vera. “Pacientes que fazem radioterapia podem ter como efeito colateral a mucosite, que são feridas na boca devido à radiação do tratamento. Utilizamos laser para prevenir as feridas e, se mesmo assim o paciente tem mucosite, ajustamos o tratamento que auxilia no processo de cicatrização e alívio da dor, possibilitando que se alimente normalmente”, explicou o cirurgião dentista. Ao tocar o sino, Vera agradeceu a toda equipe. “Só tenho agradecer a Deus e a vocês que me acolheram de braços abertos, sempre sorrindo”.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 18/11/2020 por Marcella Milani

O CENTRO CULTURAL E HISTÓRICO PADRE ALBINO É DA FUNDAÇÃO!

O CENTRO CULTURAL E HISTÓRICO PADRE ALBINO é da FUNDAÇÃO! Antigo Museu Padre Albino, mantém viva a memória de Monsenhor Albino através de peças, objetos, documentos, fotos, pinturas e depoimentos que contam histórias, passagens e benfeitorias do patrono da Fundação, além de hemeroteca especializada sobre a história de Catanduva, sendo fonte de consultas e pesquisas para estudantes e interessados. O CCHPA, antigo Museu Padre Albino, inaugurado em 1999, funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 12h às 17h, com entrada franca e visitas monitoradas. Grupos com mais de 10 pessoas devem agendar visita pelo telefone 3522-4321.
Fundação Padre Albino
Publicado em 18/11/2020 por Marcella Milani

DEUS COLOCOU ANJOS NA MINHA VIDA

A última das 25 sessões, a entrega do envelope com a conclusão do ciclo de tratamento do câncer, o corredor, passar pela porta pela última vez, atrás dela uma surpresa: lá estavam familiares e amigos, um pequeno grupo que parecia preencher a recepção do Serviço de Radioterapia do Hospital de Câncer de Catanduva. Aguardavam Silvana Maria Mazenini Lebron tocar o Sino da Esperança! Balões, palmas, sorrisos e lágrimas. “Agradeço a minha filha Carol que esteve ao meu lado o tempo todo, meu genro pela paciência, a minha família e amigos que me deram apoio. Agradeço ao Dr. Hugo, Dr. Neris e a toda equipe. Vocês são anjos que Deus colocou na minha vida!”, disse Silvana, completando que “quando você descobre que está com câncer acha que tudo acabou, fica perdida. Perde a esperança, a fé e vai passando os dias e você vai digerindo, vai passando, o tormento da espera dos resultados, a cirurgia longa e chega aqui essa turma maravilhosa. Todos dando carinho, acolhimento e amor e não podemos permitir que ninguém fale nada daqui porque aqui é perfeito”. E assim despediu-se Silvana, a 294ª paciente a concluir o tratamento radioterápico no HCC.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 17/11/2020 por Marcella Milani

A UNIFIPA É DA FUNDAÇÃO!

A UNIFIPA é da FUNDAÇÃO! A UNIFIPA oferece cursos de graduação e pós-graduação nas áreas da Saúde, Humanas e Exatas com qualidade comprovada pelo MEC, infraestrutura completa e professores mestres e doutores. Com 50 anos de tradição, a UNIFIPA teve seu ponto de partida em 1969 com a instalação da Faculdade de Medicina de Catanduva (FAMECA) e atualmente oferece graduação em Administração, Biomedicina, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Agronômica, Farmácia, Medicina e Pedagogia.
Fundação Padre Albino
Publicado em 17/11/2020 por Marcella Milani

EMEI DE CATIGUÁ DOA 16.800 LACRES E TAMPINHAS PARA O HCC

A Escola Municipal de Ensino Infantil Filomena Pedro Federici doou 11.800 tampinhas pet e 5 mil lacres de alumínio para o Hospital de Câncer de Catanduva. Os itens foram arrecadados pelos pais, estudantes e funcionários da instituição de ensino no decorrer de 2020. O material será reciclado e o dinheiro revertido para o custeio do tratamento dos pacientes com câncer.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 16/11/2020 por Marcella Milani

GE HAIR ENTREGA DOAÇÃO DA CAMPANHA OUTUBRO ROSA

O Ge Hair Salon realizou campanha de doação de cabelo para o Hospital de Câncer de Catanduva alusiva ao Outubro Rosa. A entrega aconteceu no dia 11 de novembro pelo cabeleireiro Giovani Mestrinelli Santaguita. A campanha aconteceu durante o mês de outubro e todos os clientes que cortaram e doaram mais de 15 cm de cabelo ganharam uma hidratação. O Ge Hair Salon é parceiro do HCC na doação de matéria prima para a produção de perucas feita por meio de parceria entre o Hospital de Câncer e o projeto Fio da Alegria.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 16/11/2020 por Marcella Milani

O COLÉGIO CATANDUVA É DA FUNDAÇÃO!

O COLÉGIO CATANDUVA é da FUNDAÇÃO! O Colégio Catanduva atua no Ensino Infantil, Fundamental, Médio e Técnico, promovendo a formação completa por meio de vastos recursos pedagógicos e tecnológicos, amplas instalações e profissionais capacitados, proporcionando aprendizado de excelência aos seus alunos. Iniciando a educação desde o Ensino Infantil, o Colégio Catanduva acompanha seus alunos até o Ensino Médio e curso técnico, preparando-os para o Ensino Superior, a vida profissional e o mercado de trabalho.
Fundação Padre Albino
Publicado em 16/11/2020 por Marcella Milani

O RECANTO MONSENHOR ALBINO É DA FUNDAÇÃO!

O RECANTO MONSENHOR ALBINO é da FUNDAÇÃO! O Recanto Monsenhor Albino é sucessor do Lar dos Velhos, instituição criada por Padre Albino em 1929 para garantir qualidade de vida e conforto aos idosos. Atualmente assiste a 36 idosos, oferecendo estrutura completa e assistência médica. Atendendo idosos de ambos os sexos, o Recanto Monsenhor Albino visa acolher as necessidades de moradia, alimentação, saúde e convivência social e familiar.
Fundação Padre Albino
Publicado em 13/11/2020 por Marcella Milani

CHAVEIROS COMEMORATIVOS EM BENEFÍCIO DO TRATAMENTO DE PACIENTES

O Hospital de Câncer de Catanduva está disponibilizando, para compra, chaveiro comemorativo do primeiro ano de funcionamento do Serviço de Radioterapia. No valor de R$ 10 ele pode ser adquirido no Setor de Captação de Recursos da Fundação Padre Albino e toda renda será revertida para custeio do tratamento dos pacientes com câncer de Catanduva e região. O chaveiro pode ser adquirido pelo 17 3311-3365 / 99789-8343.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 12/11/2020 por Marcella Milani

O AME CATANDUVA É ADMINISTRADO PELA FUNDAÇÃO!

O AME CATANDUVA é administrado pela FUNDAÇÃO! A gestão do AME Catanduva é realizada pela Fundação Padre Albino com o objetivo de ampliar e proporcionar melhor atendimento à população encaminhada pelas Unidades Básicas de Saúde para tratamentos especializados. Desde 2012 o AME oferece consultas com médicos especialistas, exames, cirurgias oftalmológicas e procedimentos cirúrgicos para Catanduva e 18 municípios da região. Referência em cirurgias oftalmológicas e em cuidados de microcefalia para ZIKA positiva, o AME Catanduva recebeu 99,4% de aprovação em pesquisa realizada pela Secretaria Estadual de Saúde, ficando entre os principais do Estado em bom atendimento e resolutividade.
Fundação Padre Albino
Publicado em 12/11/2020 por Marcella Milani

O HOSPITAL DE CÂNCER DE CATANDUVA É DA FUNDAÇÃO!

O HOSPITAL DE CÂNCER DE CATANDUVA é da FUNDAÇÃO! O HCC proporciona tratamento completo para pacientes de Catanduva e 18 municípios da região, por meio de atendimento ambulatorial, exames, cirurgias, quimioterapia e radioterapia. O HCC possui equipamentos modernos e profissionais especializados para garantir atendimento humanizado e de excelência. Com o primeiro ano do Serviço de Radioterapia, que fechou o ciclo de tratamento do câncer, o HCC realizou 5.845 sessões de radioterapia, 5.355 sessões de quimioterapia, 8.892 atendimentos ambulatoriais e 775 cirurgias.
Fundação Padre Albino
Publicado em 11/11/2020 por Marcella Milani

O HOSPITAL EMÍLIO CARLOS É DA FUNDAÇÃO!

O HOSPITAL EMÍLIO CARLOS é da FUNDAÇÃO! O Hospital Emílio Carlos atende 85% dos pacientes pelo SUS em 40 especialidades médicas, registrando anualmente mais de 5 mil internações e 92 mil atendimentos ambulatoriais. O selo intermediário "Hospital Amigo do Idoso' comprova sua excelência no atendimento deste público. Referência no atendimento para cerca de 320 mil habitantes de Catanduva e 18 cidades da região, o Hospital Emílio Carlos conta com 40 especialidadesmédicas, entre elas: Ortopedia, Oftalmologia, Cardiologia, Ginecologia e Obstetrícia, Endocrinologia, Hematologia, Aconselhamento Genético, Otorrinolaringologia, Psiquiatria, Moléstias Infecciosas, Pediatria, Clínica Vascular, Infectologia, Neurologia, Oncologia, Reumatologia, Urologia e Geriatria.
Fundação Padre Albino
Publicado em 10/11/2020 por Marcella Milani

O HOSPITAL PADRE ALBINO É DA FUNDAÇÃO!

O HOSPITAL PADRE ALBINO é da FUNDAÇÃO! O Hospital Padre Albino atende pacientes de Catanduva e de outros 18 municípios da região, com mais de 13 mil internações e 66 mil atendimentos de Urgência e Emergência por ano. Com 65% de seus atendimentos voltados ao SUS, o Hospital Padre Albino é referência nacional em tratamento de queimados, possui Centro de Hemodiálise; Maternidade; Unidade do Coração; Banco de Leite; UTI’s Pediátrica, Neonatal e Adulta; Centro Oftalmológico; Hemodinâmica; Medicina Nuclear; Litotripsia e Medicina Diagnóstica.
Fundação Padre Albino
Publicado em 09/11/2020 por Marcella Milani

CAMPANHA 'JUNTAS SOMOS MAIS FORTES' ARRECADA 488 LITROS DE LEITE

Realizada durante o mês de combate ao câncer de mama, Outubro Rosa, a campanha 'Juntas Somos Mais Fortes', promovida pela Suzana Boer Semijoias, na cidade de Santa Adélia, arrecadou 488 litros de leite para o HCC.Os doadores fizeram a troca do produto por vales para concorrer a prêmios.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 06/11/2020 por Marcella Milani

FUNDAÇÃO CONCORRE AO PRÊMIO LÍDERES REGIONAIS DO NOROESTE PAULISTA

A Fundação Padre Albino foi indicada,na categoria Terceiro Setor,para a segunda fase do Prêmio Líderes Regionais - Noroeste Paulista 2020, o maior reconhecimento de empresas e líderes do noroeste paulista. A promoção é do LIDE - Grupo de Líderes Empresariais Noroeste Paulista, presidido pelo catanduvense Marcos Scaldelai. A votação acontece até o dia 08/11 para o público em geral e as três mais votadas irão para a fase final, em que uma se consagrará campeã através da escolha do Comitê de Gestão do LIDE. Para votar acessewww.lidenoroestepaulista.com.br/premioO resultado será divulgado no dia 17 de novembro.
Fundação Padre Albino
Publicado em 04/11/2020 por Marcella Milani

PIUKA INICIA VENDA DA COLEÇÃO OUTUBRO ROSA COM RENDA DESTINADA AO HCC

A Piuka, loja de acessórios femininos, lançou sua coleção Outubro Rosa com 60% das vendas destinadas ao Hospital de Câncer de Catanduva. A coleção deste ano traz brinco, colar e pulseira folheados a ouro 18k. As peças já estão à venda em todo o Brasil através da loja online pelo link https://www.piuka.com.br/colecoes/outubro-rosa A Piuka é grande parceira do Hospital de Câncer de Catanduva; há vários anos faz ações revertidas ao HCC. Abrace essa causa!
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 16/10/2020 por Marcella Milani

LIVE ALTHAIR E ALEXANDRE

No dia 19 de julho aconteceu alivepró HCC da dupla Althair e Alexandre e as arrecadações foram entregues ao Hospital de Câncer neste dia 8 de outubro. Foram doados 630 kg de alimentos, 943 litros de leite e R$ 200, através do QRCode do HCC. O HCC agradece a dupla e a todos que abraçaram essa causa!
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 13/10/2020 por Marcella Milani

DOE LEITE E CONCORRA A SEMIJOIAS

Com a campanha “Juntas somos mais fortes”, alusiva ao Outubro Rosa, a Suzana Boer Semijoias está realizando campanha de arrecadação de leite para o Hospital de Câncer de Catanduva. A cada litro de leite doado, os participantes concorrerão a prêmios no dia 30 de outubro, às 12 horas. As doações estão sendo feitas na Rua Joaquim Cotrim, 381, em Santa Adélia. Informações 17 99127-0981 e @suzanaboer_semijoias
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 05/10/2020 por Marcella Milani

LIVE DO CAPIAU PRÓ HCC

A Casa do Capiau promovelivesolidária pró Hospital de Câncer de Catanduva no dia 04 de outubro, às 16 horas, com transmissão pelo Youtube https://www.youtube.com/c/CasadoCapiau e Facebook casadocapiauoficial. Alivecontará com a participação da violeira Sabrina e da dupla João Paulo e Alexandre, com apresentação do Capiau. As doações podem ser feitas pelo QRCode da Fundação Padre Albino e por meio de depósito bancário http://hospitaldecancercatanduva.com.br/doe-agora/doacao-via-deposito-bancario
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 02/10/2020 por Marcella Milani

CORRIDA VIRTUAL PRÓ HCC

De 12 a 31 de dezembro o grupo de assessoria esportiva Treino Certo promove o Desafio São Silvestre, com corrida virtual pró HCC. Nesse desafio, os atletas farão o percurso individual, para evitar aglomerações, vão cronometrar o tempo e enviar para a organização. As inscrições podem ser feitas de 05 a 31 de outubro pelo telefone 17 3521-4700 ou na Rua Brasil, nº 1155, na Max Muscle, no valor de R$ 45, com direito a camiseta e medalha. 30% do valor serão destinados ao Hospital de Câncer de Catanduva. Confira as regras: 1- Desafio São Silvestre será uma corrida virtual com a opção de escolha das respectivas distâncias (7, 15 ou 21km) a ser realizada de forma INDIVIDUAL entre os dias 12 a 31/12/2020 em 2 (duas) categorias de 1º PERCURSO PRÉ-ESTABELECIDO (demarcado a ser divulgado até dia 30/11/2020) e 2º PERCURSO INDIVIDUAL (de escolha de cada participante) se subdividindo em categorias por sexo e idade (Masculino e Feminino 18 a 25 anos; 26 a 34 anos; 35 a 39 anos; 40 a 44 anos; 45 a 49 anos; 50 a 54 anos; 55 anos acima); 2- Do valor da inscrição e sua respectiva destinação: A taxa de inscrição será de R$ 45,00 reais. Deste, cerca de 70% serão utilizados para custear os gastos com a produção das camisetas do evento (tecido de 100% poliamida de alta qualidade) e das medalhas (de metal medindo 7x7cm com fita personalizada) que serão disponibilizadas a todos os participantes devidamente inscritos. O restante (no mínimo 30%) destinado ao Hospital de Câncer de Catanduva (HCC) conforme consentimento dos responsáveis, juntamente com o montante arrecadado pela contribuição das empresas apoiadoras que será especificado em planilha a ser divulgada publicamente a todos que tiverem interesse; 3- Das distâncias; Percursos, Realização da Corrida e envio dos resultados: Deverá ser escolhida a distância de acordo com a orientação de um Profissional de Educação Física devidamente capacitado para estipular a mesma de acordo com o nível de condicionamento físico e capacidade de cada participante; O percurso PRÉ-ESTABELECIDO deverá ser seguido corretamente (caso contrário o participante migrará para a categoria Percurso INDIVIDUAL que fica a critério do mesmo); A realização da corrida deverá acontecer entre os dias 12 e 31/12/2020 em qualquer horário, sendo que o participante deverá enviar pelo WhattsApp 17 99180 4400 o print da tela do GPS ou APP ou ainda foto do relógio especificando seu nome e data de nascimento até o dia 31/12/2020; 4- As entregas dos kits (camiseta) acontecerão de forma individual (drive thru em local a ser agendado e previamente avisado) ou ainda retiradas no local da inscrição entre os dias 01 a 12/12/2020; As entregas das medalhas acontecerão somente após a realização da corrida de forma individual por drive thru em locais e datas a serem divulgados dentre os dia 12 e 31/12, ou ainda no local da inscrição para todos os inscritos após o dia 01/01/2021 mediante apresentação do comprovante de inscrição.
Hospital de Câncer de Catanduva
Publicado em 30/09/2020 por Marcella Milani
HCC Catanduva – R. dos Estudantes, 225
Parque Iracema, Catanduva - SP, 15809-144
Tel: 0800 2004 222
HOSPITAL DE CÂNCER DE CATANDUVA - HCC