NOTÍCIAS


19
jul

Ateliê Amor ao próximo doa mantas para pacientes da Quimioterapia

O ateliê “Amor ao próximo”, constituído por voluntárias do Hospital de Câncer de Catanduva/HCC, entregou na manhã deste dia 19 de julho ao Serviço de Quimioterapia da Fundação Padre Albino 20 mantas de lã para os pacientes. Antes da entrega das mantas, o presidente da Diretoria Administrativa da Fundação, Dr. José Carlos Rodrigues Amarante, apresentou as voluntárias, disse do trabalho que o grupo desenvolve, da chegada do acelerador linear, que em breve deverá estar instalado e em funcionamento, e que a entidade sempre apoiará qualquer causa que traga conforto ao paciente. A coordenadora do ateliê, Lourdinha Fávero, muito emocionada, falou da coincidência daquele dia ser o Dia da caridade. Disse que o projeto foi iniciado em função de uma das reações da quimioterapia, que é o frio, e conta com a colaboração de inúmeras voluntárias da comunidade que estão fazendo os quadradinhos de lã para a formação das mantas. Citando também a ajuda das alunas da Faculdade da Terceira Idade da UNIFIPA, Lourdinha ressaltou que “sempre haverá uma manta no ateliê para o paciente”. As pessoas que quiserem doar lãs ou a confecção dos quadradinhos na medida de 13x13 cm para o projeto devem entrar em contato com o Setor de Captação de Recursos da Fundação pelo fone 17 – 3311-3365.
19
jul

Lançada a gincana interna que encerra a programação dos 100 anos da chegada de Padre Albino

A Fundação Padre Albino apresentou aos gestores de seus departamentos neste dia 18 de julho a I Gincana Socioeducativa da Solidariedade, que será realizada a partir de agosto próximo. A atividade faz parte das comemorações dos 100 anos da chegada de Padre Albino a Catanduva. A gincana contará com provas e desafios objetivando a promoção da solidariedade e integração dos funcionários. As inscrições deverão ser feitas junto à coordenação da Comissão Organizadora, na Coordenadoria Geral da Fundação, das 8h00 às 11h00 e das 14h00 às 16h00 de 01 a 07 de agosto. As provas, divididas em esportiva, recreativa e cultural, com participação coletiva e individual, além de torcida organizada, serão realizadas por equipes, sob o comando de líder e vice-líder. Os departamentos da Fundação serão divididos em cores, com confecção de camisetas personalizadas. O encerramento da gincana será no dia 15 de dezembro, a partir das 9h00, na confraternização de final de ano, no Centro Esportivo do Câmpus Sede da UNIFIPA (foto abaixo). A equipe vencedora receberá troféu e seus integrantes um dia de folga, além de participarem do sorteio de um brinde especial. De agosto a novembro, as equipes terão provas mensais, de caráter social, com a arrecadação de produtos de higiene e limpeza, alimentos não perecíveis, entre outros, para o HCC e hospitais Padre Albino e Emílio Carlos e Recanto Monsenhor Albino. Cada item valerá pontos pré-definidos. “O grande objetivo da gincana está na integração dos funcionários através de atividades divertidas e leves. O desenvolvimento do espírito de liderança, senso crítico e companheirismo são características estratégicas de toda e qualquer boa instituição; por isso, a Fundação Padre Albino investe e desenvolve atividades que contribuem para isso”, ressalta o presidente da Diretoria Administrativa da Fundação, Dr. José Carlos Rodrigues Amarante.
11
jul

Educação Física coleta novelos de lã para voluntárias do HCC

O curso deEducação Física Licenciatura da UNIFIPAdoou,no dia 06 de julho,180 novelos de lã aoAteliê "Amor ao próximo", formado por voluntáriasdo HCC ecoordenado pela Profª Lurdinha Fávero. Os alunos promoveram campanha de arrecadação como parte do projeto de extensão Jogos Interclasses. A entrega do produto arrecadado foi feita pelos alunos Maria Sarah, Guilherme Del Ré e Ana Letícia, respectivamente da1ª, 2ª e 3ª séries, pelo docente responsável pelo projeto, Prof. Me. Fernando Varoto, e pelo coordenador do curso, Prof. Esp. José Cione Neto.
05
jul

HCC firma parceria com projeto de perucas

O Hospital de Câncer de Catanduva/HCC firmou parceria com o projeto Fio da Alegria, que confecciona perucas para doação aos pacientes com câncer que necessitam de próteses capilares para melhorar a autoestima.As próteses são produzidas com mechas fornecidas pelo próprio HCC e a confecção é gratuita, possibilitada através de apoios empresariais. De acordo com a gerente de Captação de Recursos da Fundação Padre Albino, Angélica Rodrigues, “para a viabilidade do projeto se faz necessária a doação de mechas de cabelo para a produção das perucas”. Mariane Cardoso Lopes de Oliveira, fundadora do projeto Fio da Alegria, contou que o objetivo é contribuir com o tratamento do paciente junto ao hospital. “Conhecemos a realidade dos pacientes de perto, pois tivemos casos na família e foi através disso que buscamos uma forma de ajudar e queremos oferecer a possibilidade de enfrentar os momentos mais difíceis de nossas vidas com Fios de Alegria”. Para conhecer mais sobre o projeto Fio da Alegria acessewww.facebook.com/fiodaalegria

DO SONHO A REALIDADE!


HCC Catanduva – R. dos Estudantes, 225
Parque Iracema, Catanduva - SP, 15809-144
HOSPITAL DE CÂNCER DE CATANDUVA - HCC