NOTÍCIAS


14
jun

Arraiá da “Quimio”

Em meio ao arrastar de pés, sorrisos, sanfona, chapéus de palha, guloseimas e muitos trajes típicos, o setor de Quimioterapia do Hospital Emílio Carlos realizou nesta sexta-feira, 14 de junho, o seu Arraiá, com a participação de funcionários, colaboradores, pacientes e acompanhantes. Todo o evento foi promovido pelos próprios funcionários, voluntários da AVCC e setor de Captação de Recursos da Fundação Padre Albino. “É um momento de descontração, alegria e brincadeiras para nossos pacientes. Nós sabemos como cada sorriso faz bem para o coração”, consideroua equipe do setor.
05
jun

HCC divulga nova data do Bazar do Bem

O Hospital de Câncer de Catanduva promove nos dias 6, 7, 10 e 11 de junho, das 8h30 às 15h30, na antiga sala de Litotripsia do Hospital Padre Albino, o Bazar do Bem, com roupas e calçados femininos, masculinos e infantis. Todos os produtos são novos e a renda será 100% revertida ao HCC.
04
jun

CNEN já analisa processo para liberação do acelerador linear da Radioterapia-HCC

No dia 28 de maio último, a Fundação Padre Albino obteve da CNEN - Comissão Nacional de Energia Nuclear a aprovação no segundo processo de diligência de análises técnicas do Serviço de Radioterapia/HCC para a liberação acelerador linear e o consequente início dos tratamentos radioterápicos. O órgão ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações tem até 60 dias a contar do prazo de fechamento da documentação inicial, ocorrido em 22 de abril, para apresentação de parecer. O pedido de licenciamento àCNEN pela Fundação Padre Albino faz parte do processo de regulamentação técnica para o funcionamento de serviços de radioterapia no país. O objetivo da resolução é estabelecer padronização nacional das normas e parâmetros sanitários das instituições públicas e privadas, possibilitando maior segurança e proteção para os pacientes em tratamento. Segundo o administrador do Hospital Emilio Carlos, Benedito Rodrigues, após o envio da documentação na solicitação de inspeção e licenciamento, a Comissão Nacional de Energia Nuclear realizou duas diligências para checagem de dados, com aprovação de ambas. “A partir de agora é aguardar a inspeção da Comissão para a liberação do aparelho e, posteriormente, o início dos tratamentos para pacientes de Catanduva e região”, finaliza. Além disso, as obras para a instalação do tomógrafo no Serviço de Radioterapia/HCC continuam. Já foi contratada a empresa responsável pela colocação do forro no teto onde o aparelho será instalado.Segundo o engenheiro da Fundação Padre Albino, Edegar Durigan Junior, outra empresa também está sendo contratada para colocação de piso na sala de tomografia para que, assim, o aparelho possa ser instalado definitivamente pela fabricante Siemens AG. A manutenção no sistema de ar condicionado foi finalizada. Foto: A física médica Thais Regina Anghinoni explica o funcionamento do acelerador linear a grupo de visitantes.
27
mai

Governador João Doria doa salário de abril para o HCC

O governador do Estado de São Paulo, João Doria, por indicação do catanduvense Marcos Scaldelai, doou seu salário do mês de abril para o Hospital de Câncer de Catanduva/HCC no último dia 25 de maio, entregue pela primeira-dama, Bia Doria, e pelo presidente executivo do Fundo Social de São Paulo, Filipe Sabará. A cerimônia aconteceu no Complexo Esportivo da UNIFIPA, seguida de visita ao Serviço de Radioterapia do HCC. O salário, no valor de R$ 17.113,90, foi completado com mais R$ 600,00, referentes a multas pagas por secretários que chegaram atrasados a reuniões. De acordo com o presidente da Diretoria Administrativa da Fundação Padre Albino, Dr. José Carlos Rodrigues Amarante, essa doação e o saldo da campanha "Abrace HCC" vão proporcionar os primeiros tratamentos radioterápicos, assim que o Conselho Nacional de Energia Nuclear liberar a operação do acelerador linear. “Como a habilitação do Serviço de Radioterapia pelo Ministério da Saúde demora a ser deferida, a Fundação bancará com recursos próprios os primeiros tratamentos, enquanto for possível, com a ajuda de doações como essa”, completa. O presidente Amarante também ressaltou a ação do governador. “Para a FPA é uma ação inusitada vindo de um governador, que abre mão de sua remuneração em favor de uma instituição filantrópica. Evidente que o valor doado não resolve por si só todas as necessidades que o HCC enfrentará para proporcionar tratamento digno aos pacientes oncológicos, mas tem um significado importantíssimo ao transmitir a todos que, juntos, podemos muito, independentemente de quem seja o doador ou da quantia doada. Afinal, quem está doando não é o Estado e sim um cidadão consciente que no momento representa o Estado mais importante do Brasil”, finalizou. Durante a visita ao Serviço de Radioterapia, a primeira-damaBia Doria elogiou a estrutura, conheceu a sala do acelerador linear e se colocou à disposição para contribuir com os hospitais da Fundação Padre Albino. O evento contou com a participação de autoridades da cidade e do Estado e de conselheiros, gestores, funcionáriosda Fundação Padre Albinoe voluntários do HCC. Entre eles estavam o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, o prefeito de Catanduva, Afonso Macchione Neto e a primeira-dama, Eloá Macchione, o presidente da Câmara, vereador Luís Pereira, o vereador Cidimar Porto, o ex-prefeito Geraldo Vinholi, o ex-vice-prefeito Carlos Roberto Tafuri, o ex-deputado federal Sinval Malheiros, Marcos Scaldelai, presidente do LIDE Rio Preto, eFábio Fernandes, presidente do LIDE Interior.

DO SONHO A REALIDADE!


HCC Catanduva – R. dos Estudantes, 225
Parque Iracema, Catanduva - SP, 15809-144
HOSPITAL DE CÂNCER DE CATANDUVA - HCC