Corao grande, nmeros gigantes. Confira os nmeros de 2020.
    ABASTEA COM AMOR
    Use Pix nas suas doaes para o HCC
    Troco solidrio. Pode parecer pouco, mas vai ajudar muito.
    Se no puder comparecer a consulta ou exame, desmarque.
    Guia de retomada segura das atividades. Acesse e baixe o contedo.
    Calendrio do Bem 2021 - Faa seu cadastro para doao e receba seu calendrio do bem HCC.
    Salve quem voc admira. Se puder fique em casa. Se sair, evite aglomeraes.

NOTÍCIAS


31
mai

Leilão de Gado pró HCC arrecada mais de R$ 250 mil

Caption No último sábado, 29 de maio, foi realizado o 2º Leilão Virtual de Gado do Hospital de Câncer de Catanduva. O montante arrecadado foi de R$ 253.350,00. O leilão teve início às 14 horas, ao vivo pelo canal do HCC no Youtube, e contou com a participação e lances de participantes de diversas cidades da região. A arrecadação será destinada para custear os tratamentos oncológicos oferecidos pelo hospital, principalmente para a Radioterapia, cujo serviço ainda não está habilitado para receber verbas do SUS. “Primeiramente agradecemos a todos os voluntários e colaboradores que foram imprescindíveis para que o leilão virtual acontecesse. Recebemos doações de gado e os voluntários do HCC empenharam-se muito para conseguir essas doações, pois sem elas não teríamos leilão, assim como as tantas prendas que foram disputadíssimas. Agradecer também aos compradores e aos doadores, pois durante a transmissão elas também aconteceram”, frisou a gestora do Centro de Serviços Compartilhados da Fundação Padre Albino, Maysa Magati Bull. “É contagiante. Todos ali envolvidos em uma única sintonia com o propósito de abraçar a causa, completou”. Em 2020, mesmo sendo o ano de início da pandemia do coronavírus, o HCC registrou 9.488 atendimentos ambulatoriais, 6.700 sessões de radioterapia, 3.113 pacientes atendidos na quimioterapia, realizou 483 cirurgias e 358 internações. “Muito obrigada por ajudar a transformar estes números em vida”, finalizou Maysa. O 2º Leilão Virtual de Gado do HCC foi conduzido voluntariamente pelo leiloeiro Américo Antônio Fernandes Simielli, com colaboração de Damilton Frazão, Aristides Neri e Antônio Carlos Cristóvão.
27
mai

Coração grande, números gigantes

2020 foi o marco inicial da pandemia do novo Coronavírus. Embora muitos tratamentos e cirurgias precisaram ser adiados, o Hospital de Câncer de Catanduvamanteve seus atendimentos, pois o câncer não entra em quarentena. A nova campanha do HCC tem como foco prestar contas à comunidade dos 19 municípios atendidos e aos voluntários, que não têm medido esforços para auxiliar o hospital, mesmo com a proibição dos eventos, que eram grande fonte de renda para o custeio do tratamento dos pacientes com câncer. Em 2020, o Hospital de Câncer de Catanduva registrou 9.488 atendimentos ambulatoriais, 6.700 sessões de radioterapia, 483 cirurgias oncológicas, 358 internações e3.113 pacientes receberam quimioterapia. “É por isso que precisamos tanto da ajuda da comunidade. Todas as 6.700 sessões de radioterapia foram pagas pela Fundação Padre Albino com auxílio da comunidade, das empresas e dos grupos de voluntários. O tratamento próximo de casa e com equipamento de tecnologia avançada tem dado excelentes resultados e podemos ver isso no rosto das pessoas quando finalizam seus ciclos”, afirmou Renata Rocha Bugatti, diretora de Saúde e Assistência Social da Fundação Padre Albino, ao lembrar que o Serviço de Radioterapia do HCC aguarda habilitação do Ministério da Saúde para receber pelo tratamento de pacientes pelo SUS.
27
mai

Sino de Darlei

“A notícia é desesperadora, mas sempre estivemos confiantes de que ia dar tudo certo”, relataram Jussara B. O. Santos e Ozair B. de Oliveira Junior, filhos de Darlei do Carmo Tortorello Oliveira, 78 anos, que concluiu a 16ª e última sessão de radioterapia no Hospital de Câncer de Catanduva no dia 25 de maio.“A sensação é de alívio e emoção. O atendimento é excelente, os profissionais são nota 100; só temos elogios para todos os procedimentos!”, concluíram.
27
mai

“Vocês refletem a imagem de Deus”

Foi assim que, emocionada, Silvana Alves Doré Dias, 36 anos, tocou o Sino da Esperança na conclusão do seu ciclo de 19 sessões de radioterapia no Hospital de Câncer de Catanduva nesta quinta-feira, 27 de maio. De Catanduva, ela passou também por cirurgia e quimioterapia para tratar a doença. “Quando recebemos o diagnóstico, não enxergamos o fim, mas tenho gratidão pela doença, porque ela me transformou; foi um divisor de águas na minha vida. Não quero romantizar o câncer, não é fácil, mas você tem duas escolhas: ou se tranca e se amargura ou se abre e acolhe as oportunidades”, contou Silvana ao agradecer o apoio da família, dos amigos e da equipe que a acompanhou durante o tratamento. “Deus colocou pessoas na minha vida para que eu pudesse ser sustentada. A equipe daqui exala amor. Tenho certeza que foram escolhidos por Deus para estar aqui e eu só posso pedir que Ele os abençoem para que continuem a ser cura na vida de outras pessoas, porque o amor cura, vocês curam, vocês refletem a imagem de Deus”.

DO SONHO A REALIDADE!


HCC Catanduva – R. dos Estudantes, 225
Parque Iracema, Catanduva - SP, 15809-144
Tel: 0800 2004 222
HOSPITAL DE CÂNCER DE CATANDUVA - HCC